Anúncio

O ComitÇe Regional de Planejamento e Construção do Distrito de Jerusalém aprovou no dia 21 de Março de 2016 (segunda-feira) a construção de um novo centro de visitantes no Parque Nacional da Cidade de David em Silwan. Enquanto isso, as autoridades destruíram o complexo construído ilegalmente por palestino em Silwan, que incluía um parque infantil, um centro comunitário palestino e um café.

O novo centro de visitantes será construído sobre o estacionamento Givati, e será chamado “Centro Kedem”. O edifício será construído com uma formação flutuante, sob o qual será possível fazer um tour e visitar as descobertas arqueológicos que foram identificados nos últimos anos. O programa é promovido pela Associação Elad, e recebeu o apoio do prefeito de Jerusalém, Nir Barkat, que veio para a comissão distrital para expressar seu apoio.

ShowImage.ashx

O Diretor da Região de Jerusalém da Autoridade de Antiguidades de Israel, Dr. Yuval Baruch, manifestou o seu apoio para com o programa, apesar das descobertas arqueológicas ficarem sob a estrutura. “Este é um dos projetos mais importantes realizados em Jerusalém nos últimos tempos. Nenhum arqueólogo pode ter uma má palavra sobre como as escavações estiveram em andamento “, disse Dror.

O edifício, uma vez que é aprovado pelo Autoridade de Antiguidades apresentará dezenas de instalações disponíveis e serão feitas alterações incorporadas no plano Autoridade de Antiguidades: Espaços reduzidos, construção meticulosa em altura para não ofuscar a altura da muralha da cidade, há uma importante conexão entre a cidade de David e os muros da cidade velha, e criar uma ligação direta entre os dois.

O edifício foi projetado pelo arquiteto Arie Rachmaninov, e inclui construir um estacionamento em favor da cidade da Cidade de Davi, bem como áreas de exposição e estudo. Um pequena praça e uma estrutura do telhado, e um mirante em Silwan e para ver as muralhas da cidade velha. “O programa apresenta uma excelência arquitectónica que irá contribuir para o desenvolvimento do parque nacional e a criação de um espaço público digno, condizente com sua posição no local e no municipal, bem como dar condições necessárias aos um milhão e meio de visitantes que chegam a área do parque nacional todo ano”, declarou o Ministério do Interior em um comunicado.

Além do centro de visitação e das salas de áudio e visual, no local poderão ser vistas importantes descobertas arqueológicas que revelam o passado glorioso do Povo de Israel, o cenário bíblico e o contexto cultural judaico da região. As ruínas abaixo do centro de visitas Kedem incluem a Hakra, indícios da fortaleza grega que dominava Jerusalém durante o período Helenista(Antioco Epifanes), construções do período bizantino e o principal, a rua herodiana do primeiro século da era cristão, local por onde Jesus e os discípulos costumavam passar em seu caminho da piscina de Siloé até o Templo.

0 408

Miguel Nicolaevsky

Pesquisador bíblico, escritor, fotógrafo e empresário. Vivendo a mais de 20 anos em Israel de onde dirije o portal de notícias Cafetorah.com. Palestrante em Geografia Bíblia, Exegese do Hebraico e Aramaico Bíblico, Tradutor Simultâneo e Conferencista, tudo por ELE, através dELE e dedicado para ELE.

Anúncio