Ceia de Pessach

Diretor do Cafetorah
Enciclopédia da Páscoa Judaica

Preparação da Páscoa - Adquira a versão completa da Enciclopédia da Páscoa Judaica, uma exclusividade do Cafetorah.com. 150 páginas ensinando tudo sobre como celebrar esta festa judaica.

Enciclopédia da Páscoa Judaica Messânica - eBook

Apenas R$10,00

Ora, antes da festa da páscoa, sabendo Yeshua(Jesus) que era chegada a sua hora de passar deste mundo para o Pai, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até ao fim.
João 13:1

Chegando o dia dos pães ázimos em que importava comemorar a páscoa. Yeshua(Jesus), pois, enviou Pedro e João, dizendo: Ide preparar-nos a páscoa para que a comamos.
E eles lhe perguntaram: Onde quereis que a preparemos?
Então lhes explicou Jesus:
Ao entrardes na cidade encontrareis um homem com um cântaro de água;
seguí-o até à casa em que ele entrar, e dizei ao dono da casa:
O Mestre manda perguntar-te: Onde é o aposento no qual hei de comer a páscoa com os meus discípulos?
Ele vos mostrará um espaçoso cenáculo mobilado; ali fazei os preparativos.
E, indo, encontraram tudo como Yeshua(Jesus) lhes dissera e preparam a páscoa.
Lucas 22:7-13
E disse-lhes: Tenho desejado ansiosamente comer convosco esta páscoa, antes do meu sofrimento.
Lucas 22:15

Destruição do Pão e da Levedura (fermento)

Bendito és tu Adonai, nosso Deus, Rei do Universo; O qual nos santifica em seus mandamentos e no ordenou acerca do pão fermentado. Destruam aos antigos restos afim de que sejam lançados os novos. Não são vós pão sem fermento?!

Assim também, a nossa Páscoa se sacrificou por nós, este é o Messias. Pois no pão sem fermento esta a retidão e a verdade.
I Corintos 5:7-8

 

LIVRO - Enciclopédia da Páscoa Judaica Messânica

Apenas R$38,00

Os símbolos da Ceia da Páscoa

A mesa de páscoa é apresentada com símbolos cheios de significados.
A bandeja da páscoa pode conter:

1.Ovo, simboliza a destruição do Templo(Korban HaBait) e das festas de subida ao Templo.

2.Coxa(do cordeiro), simboliza o Cordeiro da Páscoa, Yeshua HaMashiar'h (Jesus Cristo).

3.A água salgada, simboliza as águas do Mar Vermelho que foram abertas e as lágrimas dos nossos pais no Egito.

4.As folhas e raízes amargas, nos lembram a vida amarga que
5.nossos pais viviam quando eram escravos do Faraó.

6.Harosset, Representa a morte no trabalho quando fazíamos as construções das cidades para Faraó rei do Egito (mistura de nozes, mel, canela e vinho, etc...).

7.Os três pães ázimos(não levedados) representam a trindade do Deus de Israel; o pão do meio é o Messias e este é partido e distribuído na ceia.

Quatro copos de vinho representam a liberdade de Israel da escravatura por seu Deus, Adonai. Simboliza também o sangue do Messias que nos libertou da escravidão do pecado.

A ordem da celebração da Páscoa:

Santificar-se
Banhar-se
Aipo
Divisão
Recitar
Lavar
Apresentar o pão
Amargo
Ligar-se
Mesa preparada
Norte
Abençoe
Louve
Aceite
E assim será...

Chegada a hora, põe-se Yeshua(Jesus) à mesa, e com ele os seus discípulos.
(Lucas 22:14)

Quatro taças e sete promessas

Por isso direi ao povo de Israel:
Eu sou Adonai, e eis que Eu os tirei do fardo do Egito e os salvei da servidão; e vos revelei o meu braço estendido com grandes juízos. E os tomei por meu povo. E me tornei o teu Deus, e vos fiz conhecer que eu Adonai(o Eterno) sou o teu Deus. O qual os tirou do julgo do Egito e os trouxe a uma terra a qual a dei a Abraão, Isaque e Jacó, e a vos dei como herança, eu sou Adonai (o Eterno).
Êxodos 6:6-8

A benção das velas

Bendito és tu Adonai, nosso Deus, Rei do Universo. O qual enviou o teu filho, a Yeshua(Jesus) o Messias, nosso Senhor. Para ser luz do mundo e nossa Páscoa eterna por amor de nós. Amém. Então é apresentado o primeiro copo a nossa direita e é santificado
E vos tirei de debaixo do julgo do Egito.

Segura-se o copo e abençoa-se e dizendo:

Tomem-no e dividem entre vós, pois eu vos digo:
Não tornareis mais a beber do fruto da videira até que eu venha
no Reino de Deus.
Lucas 22:17-18

Bendito és tu adonai, Rei do Universo, Criador do fruto da videira
Bendito és tu Adonai, nosso Deus, Rei do Universo o qual nos escolheu e nos levantou; e santificou, no amor e nos momentos de alegria, festas e tempos de júbilo; no tempo desta festa de pães ázimos, tempo de nossa liberdade, santo acontecimento, lembrança da saída do Egito, e memorial eterno da morte de Yeshua(Jesus) o Messias, teu filho, teu único, por amor de nós, e no seu sangue o qual foi derramado por amor de nós.

Bendito és tu Adonai que santifica a Israel e os tempos
Bendito és tu Adonai nosso Deus. Rei do Universo, pois que vivemos, e existimos, e chegamos neste tempo. Amém.

O primeiro copo é bebido até satisfação

Lavar-se
É trazido ao anfitrião e suas mãos são lavadas.

Aipo
É posta com seus ramos na água com sal.

Recitar a Benção
Bendito és tu Adonai nosso Deus. Rei do Universo, Criador do fruto da terra.

Dividir
Divide-se no meio o pão ázimo em duas partes. Esconde-se a parte grande para ser comido no final da ceia da Páscoa e coloca-se a parte menor entre os outros pães ázimos.
O narrador levanta a travessa de pão e mostra o pedaço entre os dois pães ázimos inteiros e diz:

Este é o pão da pobreza, que nossos pais comeram no Egito. Quem está com fome, venha e coma. Quem não está dentro, venha comemorar Pessar'h. Este ano nós estamos aqui, no ano quem vem na terra de Israel. Este ano somos escravos.
No próximo ano seremos livres(extraíado de um texto em Aramaico).

Comemos, pois o pão da retidão e da verdade sem enganarmos a nós mesmos, consideremos-nos, pois pecadores, e como todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.
Lembremos, pois este dia quando o Senhor livrou os filhos de Israel da escravidão do Egito e assim nos livrou do pecado e da morte através de Yeshua(Jesus), o Messias (HaMashiar'h) a todo aquele que nele crê.

E muito mais ainda é nossa ordenança contar e testemunhar sobre a nossa saída do Egito, e cumprir o que esta escrito:
E meditarás nEle dia e noite e mais: Revolveremos e meditaremos por completo.

Assim disse a Torá(lei) acerca de 4 jovens:

O sábio
O Perverso
O Simples
E o que não sabe perguntar

O que diz o sábio?
Quando teu filho no futuro te perguntar, dizendo: O que são os testemunhos e as leis; e as justiças que ordenou Adonai nosso Deus a vós?
Deutoronômio 6:20

O que diz o perverso?
E o que significa para vós este trabalho(cerimônia)? Por vós e não por Ele? É isto pelo que o Senhor me fez, quando saímos do Egito.
Êxodo 13:8

O que diz o simples?
O que é isto? E dirás a Ele: O Senhor com mão forte nos tirou da casa da servidão.
Êxodo 13:14

E o que não sabe perguntar?
Olhe, é dada a abertura, foi dito.
Isto é pelo que o Senhor me fez, quando saímos do Egito.
Êxodo 13:8

Desde o princípio

Eis que nossos pais eram idolatras e agora nos trouxe a um lugar para o servir, como está escrito:
Não sabeis vós que os ímpios não herdarão o reino de Deus....
E assim foram os vossos pais antes de vós, mas foram lavados, santificados e justificados no nome de Yeshua(Jesus) e no Espírito de nosso Deus.
I Corintos 11:1

Então Josué disse a todo o povo: Assim diz o Senhor Deus de Israel: Antigamente vossos pais, Terá, pai de Abraão e de Naor, habitaram dalém do Eufrates, e serviram a outros deuses.
Eu, porém, tomei a vosso pai Abraão dalém do rio, e o fiz percorrer toda a terra de Canaã; também lhe multipliquei a descendência, e lhe dei Isaque.
A Isaque dei Jacó e Esaú, e a Esaú dei em possessão as montanhas de Seir; porém Jacó e seus filhos desceram para o Egito.
Josué 24:2-4.

Bendito
O que guarda a sua promessa a Israel, bendito seja. O qual o Santo Bendito determinou que no fim dos tempos fará como disse a Abraão nosso pai, em sua aliança entre as partes do sacrifício, como foi dito.

Então lhe foi dito:
Saiba com certeza, que a tua posteridade será peregrina em terra estrangeira, e será reduzida à escravidão, e será afligida por quatrocentos anos. Mas também eu julgarei ao povo a que têm de sujeitar-se; e depois sairão com grandes riquezas.
Gênesis 15:13-14

É levantada a taça de vinho e brindado a fidelidade de Deus.
E eis que ele(o diabo) está contra nossos pais e nós. Não somente por um, mas sobre todos nós, de geração em geração se levante sobre nós, e o Santo e Bendito nos guarda de suas mãos.
E desceu Jacó ao Egito e morou ali com os sua família, e se tornou ali um grande povo, imenso e abundante.
Deuteronômio 26:5

E os egípcios matrataram-nos e os fizeram-nos servirmos; e puseram sobre nós trabalhos forçados.
Deutoronômio 26:6; êxodo 1:11

E clamamos a Adonai, Deus de nossos pais, e ouviu-nos Adonai,e viu as nossas humilhações, trabalho e opressão.
Deuteronômio 26:6

E nos tirou Adonai do Egito com braço forte e mão estendida, com grande temor; grandes sinais e prodígios.
E nos tirou Adonai do Egito não através de um anjo, nem por Seraf, nem por mensageiro. Mas sim o Santo e Bendito em sua Glória, pessoalmente, como está escrito: E passei pelo Egito nesta noite e tomei a todo o primogênito da Terra do Egito, desde o homem até o gado. E a todos os deuses dos Egito executarei juízos, Eu sou Adonai(o Eterno).
Deut. 26:5-8, Ex.1:11, Ex.12:12

E passei na terra do Egito. Eu e não outro.
E tomei a todo o primogênito da terra do Egito, eu e não Seraf.
Em todos os deuses do Egito executei juízos, eu não mensageiro.Eu sou Adonai(o Eterno), eu e ninguém mais. Eis que fiz prodígios nos céus e na terra. Sangue, fogo e colunas de fumaça.
Joel 2:30

As Pragas do Egito

A cada uma das pragas respigam-se gotas de vinho da segunda taça sobre o prato. Isto para simbolizar que esta taça é para a nossa libertação da escravidão e que há um preço alto para a salvação de Adonai(YHWH, o Eterno).
E estas são as 10 pragas que o Santo e Bendito trouxe sobre os egípcios no Egito. Sangue, rãs, piolhos, insetos, peste, ulceras, geada, gafanhotos, trevas e a morte dos primogênitos.

Rabbi Yehuda dava a eles este símbolos:

D’tzarh Adash Bearhav

Na hora em que os filhos de Israel passaram em seco o mar. A espada, faraó e seu exército imergiram no mar. Os filhos de Israel pararam e cantaram diante do Santo e Bendito que os repreendeu e disse:
As obras de minhas mãos se afogam no mar e vós me deixem cânticos?

E muito mais ainda a dupla bondade que nos concedeu:

E nos tirou do Egito, Dayenu
E executou neles juízos, Dayenu
E executou juízos nos deuses deles, Dayenu
E matou os primogênitos, Dayenu
E nos deu as riquezas deles, Dayenu
E abrunhos o mar, Dayenu
E nos passou em terra seca, Dayenu
E precipitou os nossos inimigos dentro dele, Dayenu
E nos sustentou no deserto por quarenta anos, Dayenu
E nos alimentou com o manáh, Dayenu
E nos aproximou diante do Monte Sinai, Dayenu
E nos deu a Torah(lei), Dayenu
E nos introduziu na Terra de Israel, Dayenu
E nos construiu o Templo escolhido, Dayenu

E nos enviou a Yeshua(Jesus) o Messias, justiça nossa,
como propiciação de nossos pecados.
Nossa Benção!

Raban Gamaliel (professor de Saulo de Tarso e neto de Hillel, o sábio) disse:
Todo o que não diz esta três coisas na páscoa não cumpriu suas obrigações, estas são:
Pessarh, Matzá e Maror

Dayenu: Chega(nos falta a justiça)! Basta-nos!

Apontasse ao osso (coxa) e ao ovo (na bandeja da cerimônia):

Pessar’h (páscoa)

(O Cordeiro) Que foram nossos pais (e Yeshua, o Messias) era comido no tempo em que havia o Templo, porque?
Por causa que o Santo e Bendito passou sobre a casa dos nossos pais no Egito e feriu aos egípcios. Salvou as nossas casas e prostou-se o povo e adorou.
Êxodos 12:27.

Yeshua(Jesus), por si próprio é o cordeiro da nossa páscoa, o qual foi sacrificado uma vez após ter levado sobre si os nossos pecados, em seu corpo. Como esta escrito: E viu João a Yeshua(Jesus) vindo a ele, e disse: — Eis aqui o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.
João 1:29.

Segura-se o pão ázimos:

Exodus 12:39

Mateus 26;26

Lucas 22:44

Maror (amargo)

Apresentam-se as ervas amargas

Qual o motivo pelo qual comemos isto? Por causa que os egípcios tornaram amargas as vidas de nossos pais no Egito, por isso é dito:

E tornaram amargas a vida com dura servidão, em barro, em tijolos, e todo o trabalho no campo, a todo o serviço em que na tirania os serviram.
Êxodo 1:14

Estava ali um vaso cheio de vinagre. Embeberam de vinagre uma esponja, e fixando-a num caniço de hissopo, lha chegaram à boca. Quando, pois, Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado! E, inclinando a cabeça, rendeu o espírito.
João 19:29-30

E deram-lhe a beber vinho com fel; mas ele, provando-o não o quis beber.
Mateus 27:34

De geração em geração o homem precisa ver a si próprio como se ele tivesse saído do Egito. Ao que esta escrito:
Naquele mesmo dia contarás a teu filho, dizendo: É isto pelo que o Senhor me fez, quando saímos do Egito.
Êxodo 13:8

Quem nos redimiu da escravidão do Egito?

Ele é quem nos redimiu em outra páscoa(pessar’h) da escravidão do pecado, a fim de dizermos também aos nossos filhos:
Nisto me fez o Senhor(Adonai) em salvando-me no Gólgota, e me deu o seu reino, o reino que está acima de todos os reinos, no qual tudo é bom.

Cobre-se os pães ázimos, levanta-se a taça e pronuncia-se:
De acordo com isso:
Nós temos que glorificar, adorar, exaltar, magnificar, engrandecer, majestificar, bendizer, elevar e louvar a aquele que operou estes milagres por nossos pais e por nós:

E nos tirou da escravidão para a liberdade
da aflição para o dia bom
do luto para a alegria
da escuridão para a grande luz
da submissão para a redenção

H A L L E L U Y A H!!!

Aleluia! Louvai, servos do Senhor, louvai o nome do Senhor.
Bendito seja o nome do Senhor, agora e para sempre.
Do nascimento do sol até o ocaso, louvado seja o nome do Senhor.

Excelso é o Senhor acima de todas as nações, e a sua glória acima dos céus.

Quem há semelhante ao Senhor nosso Deus, cujo trono está nas alturas; que se inclina para ver o que se passa nos céu e sobre a terra?

Ele ergue do pó o inválido, e do monturo, o necessitado, para o assentar ao lado dos príncipes, sim, com os príncipes do seu povo.

Faz com que a mulher estéril viva em família e seja uma alegre mãe de filhos. Aleluia!
Salmos 113

Lê-se o Salmos 114

Bendito es tu Adonai nosso Deus o qual nos redimiu a nós e nossos pais no Egito, e viemos nesta noite a comer pães ázimos e ervas amargas.
Sim, Adonai nosso Deus e Deus de nossos pais, pela morte do Messias proclamamos um novo cântico acerca de nossa redenção e remissão de nossas almas através de Yeshua(Jesus), o Messias (HaMashiar’h), a nossa justiça; Jesus, nosso Senhor.
Bendito és tu Adonai, que redimiu a Israel.
Bendito és tu Adonai nosso Deus, Rei do universo, criador do fruto da videira

Bebe-se da segunda taça.

Rarhtsáh (lavar-se)

O oficial da ceia lava as mãos enquanto um participante lê o texto abaixo:

Lê-se João13:3-17

Bendito és tu Adonai nosso Senhor, Rei do universo, que nos santifica em seus mandamentos e nos ordena o lavar das mão.
Pega-se os três pães ázimos, o superior divide-se aos convidados e o debaixo coloca-se sal, como memorial do sacrifício.

Toda oferta dos teus manjares temperarás com sal; à tua oferta de manjares não deixaras faltar o sal da aliança do teu Deus; em todas as tuas ofertas aplicarás sal.
Levíticos 2:13

Bendito és tu Adonai nosso Deus, Rei do Universo que produz o pão da terra.

Bendito és tu Adonai nosso Senhor, Rei do universo, que nos santifica em seus mandamentos e nos ordenou a comer pães ázimos.

Maror(amargo)

O chefe da família segura as ervas amargas e as unta com rharosset e diz:
Bendito és tu Adonai nosso Senhor, Rei do universo,
que nos santifica em seus mandamentos e nos ordena o comer das ervas amargas.

Distribuir aos participantes.

Korer’h

É partido o pão ázimo de baixo e parte deste é untado com as ervas amargas e servido entre os participantes.
Naquela noite comerão a carne assada no fogo; com pães ázimos e ervas amargas a comerão.
Êxodo 12:8

No mês segundo, no dia catorze, no crepúsculo da tarde, a celebrarão; com pães ázimos e ervas amargas a comerão.

Shulr’han Orer’h

De acordo com a tradição, abre-se a ceia com o comer de ovos cozidos e postos em água saldada, pois é o alimento dos que estão de luto, como lembrança da destruição do Templo.
Para nós isto representa angústia pela morte do Messias por causa de nossos pecados.
Números 9:11

De acordo com uma antiga tradição isto era servido como símbolo de amor, de perdão de pecados ou advertência
E falando estas cousas, angustiou-se Yeshua(Jesus)
em espírito e disse:
Em verdade, em verdade vos digo que um dentre vós me trairá.
Então aquele discípulo, reclinando-se sobre o peito de Jesus, perguntou-lhe: Senhor, quem é?
Respondeu, Yeshua(Jesus):
É aquele a quem eu der o pedaço de pão molhado.
Tomou, pois um pedaço de pão e tendo molhado, deu-o a Judas, filho de Simão Iscariotes.
Ele, tendo recebido o bocado, saiu logo. E era noite.
João 13:21,25,26 e 30

Tsafon

No fim da ceia toma-se o afficoman (pão escondido) do tamanho de duas azeitonas e dá aos participantes da ceia.

Barer’h

O oficial da ceia levanta a taça receita a benção e respinga água.

Quando o Senhor restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha.
Então a nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua de júbilo; então entre as nações se dizia:
Grandes coisas o Senhor tem feito por eles.
Com efeito, grandes coisas fez o Senhor por nós; por isso estamos alegre.
Restaura, Senhor, a nossa sorte, como as torrentes no Negev.
Os que com lágrimas semeiam, com júbilo ceifarão.
Quem sai andando e chorando enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes.
Salmos 126

Senhores abençoemos:

Barer’h
Bendito és tu Adonai nosso Deus, Rei do Universo.
Que sustenta o mundo com graça, bondade e misericórdia.

Ele é o que da pão a toda a carne, pois a sua misericórdia dura para sempre, por amor do seu grande Nome.

Mais detalhes, adquiria o eBOOK ou o Livro da Enciclopédia da Páscoa Judaica.

 

Enciclopédia da Páscoa Judaica Messânica - eBook

Apenas R$10,00

Enciclopédia da Páscoa Judaica Messânica - Livro

Apenas R$38,00

 





Facebook comments