50 Anos da Libertação e Unificação de Jerusalém

Ao por-do sol de 23 de Maio de 2017 o Governo de Israel e o Povo de Israel em todo Mundo estarão celebrando o Cinquentenário da libertação e a re-unificação da Cidade Santa, um marco na história moderna do Estado de Israel.

Será este um marco profético na história do povo Hebreu? A libertação de Jerusalém foi conquistada após muito sangue de judeus que foram derramados no Holocausto e nas guerras de Israel desde a proclamação de sua independência em 1948. Seria a morte de 6.000.000 de judeus o preço a ser pago para o renascer de uma nação ou estamos simplesmente em desfeches proféticos sem precedentes na História da Humanidade?

Ajude-nos a responder a esta pergunta deixando aqui o seu comentário, e não esqueça, comemore conosco este grande dia que marca uma vitória fundamental para o Povo de Israel.

[siteorigin_widget class=”SiteOrigin_Panels_Widgets_PostLoop”][/siteorigin_widget]

1 responder
  1. Jailson
    Jailson says:

    Eu não entendo dois pontos:
    1. Como que Jerusalém foi reunificada se existe um lado (acho que o lado oriental) em que os judeus não podem sequer andar? Ué, se Jerusalém foi reunificada e pertence aos judeus, o porquê então dessa DIVISÃO?
    2. Se Jerusalém foi mesmo reunificada, então por quê o lugar mais sagrado dos judeus ainda está nad mãos dos seus inimigos?

    Na minha opinião, não houve de fato essa tal “reunificação”.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *