70 anos após o reconhecimento dos Estados Unidos do Estado de Israel abre a Embaixada Americana em Jerusalém

Top Banner eTeacher

Tudo indica que estamos verdadeiramente vivendo um tempo de grandes mudanças, de grandes expectativas e grande esperança de um tempo de PAZ e PROSPERIDADE. Este é o tempo da redenção de Israel, da restauração de Jerusalém como Capital Eterna do Estado de Israel.

A administração Trump realizou uma cerimônia para a abertura da nova embaixada dos EUA em Jerusalém nesta segunda-feira, 14 de maio. A inauguração ocorre alguns meses depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, nomeou Jerusalém a capital de Israel e disse que a embaixada seria realocada para lá de Tel Aviv.

Cerca de 700 convidados estiveram participando da cerimônia. Entre eles estão figuras como a filha de Trump, Ivanka Trump, o conselheiro presidencial e genro Jared Kushner, e o Secretário do Tesouro, Steve Mnuchin.

Em um cerimônia emocionante, o Embaixador dos Estados Unidos em Israel, David Friedman deu as boas vindas aos chefes de estados, ao ministros, aos secretários, aos rabinos chefes, a filha de Donald Trump e seu esposo e consultor, Jared Kushner e muitas outras autoridades internacionais, deputados do congresso americano e senadores dos Estados Unidos.

Apesar das pressões contrárias, o Presidente Donald Trump cumpriu sua promessa em favorecer o Estado de Israel, utilizando da ajuda de muitos congressistas e senadores, cumprindo uma promessa de gerações feitas por dezenas de presidentes que não cumpriram até hoje seus votos. Hoje é o fim desta saga interminável em que outra super-potência reconhece novamente Jerusalém como a Capital de Israel, exatamente como foi feito pelo Rei Davi há mais de 3000 anos atrás.

Duas autoridades religiosas foram convidadas para orar neste evento tão importante, uma delas, um pastor batista americano, e o outro foi um rabino mor de Israel. Ambos agradeceram ao Eterno pela coragem e determinação de todos os que trabalharam em prol deste objetivo. Desde os funcionários, passando pelos principais governantes e até chegando em Benjamin Netanyahu e Donal Trump que trabalharam para o cumprimento deste evento histórico e profético, o Povo de Israel seguro novamente em sua Terra e em sua Capital Eterna, Jerusalém.

Durante a cerimônia o próprio Presidente Donald Trump discursou via satélite abençoando os presentes, o Povo de Israel, o Povo Americano e todos os povos vizinhos. Destacou o fato de que Jerusalém é a Capital Unificada de um país soberano, o Estado de Israel. Capital esta que foi fundada pelo Povo de Israel desde a antiguidade nos dias do Grande Rei Davi. Donald Trump voltou a destacar que esta é uma grande oportunidade para uma paz duradoura entre Israel e todos os seus vizinhos. E concluiu orando para que Adonai abençoe a todos, ao Povo de Israel, aos Palestinos e ao Povo dos Estados Unidos.

Ainda, nesta cerimônia emocionante cantou uma jovem cantora chamada Hagit Yaso. Yaso é descendente de judeus etíopes. Ela nasceu em Sderot e tem dois irmãos e duas irmãs. Os pais de Yaso imigraram para Israel da Etiópia, na década de 1980, através do Sudão. Hagit desde cedo amava cantar, e mais tarde tornou-se membro da banda "Sderot Youth" (צעירי שדרות), da qual participou junto com suas irmãs. Durante seu serviço militar, Yaso serviu em uma banda militar. Ela foi destaque no documentário Sderot: Rock in the Red Zone e vencedora do programa Nasce Uma Estrela em Israel.

Infelizmente, do lado de fora, muitas pessoas invejosas, da esquerda e árabes, se uniram para protestar contra a inauguração da Embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém, um ato vergonhoso em um dia tão importante para o Estado de Israel. Em Gaza, mais de 40.000 palestinos estão vandalizando e ameaçando invadir o Estado de Israel, semeando a violência e o ódio, enquanto as Forças de Defesa de Israel fazem de tudo para evitar um grande número de mortos daqueles que insistem em violar o território do país.

Durante a cerimônia estiveram discursando diversas pessoas, entre elas o Presidente do Estado de Israel, Sr. Reuven Rivlin e o Representante do Presidente dos Estados Unidos, Jared Kushner que é também seu genro. Jared Kushner agradeceu nominalmente aos principais líderes que trabalharam para que este evento fosse possível. O final do evento discursou também o Primeiro Ministro do Estado de Israel, Benjamin Netanyahu, agradecendo o Presidente dos Estado Unidos e ao Povo Americano por ser a nação mais poderosa do planeta que tomou uma decisão histórica e importante. Onde no passado os judeus não podiam passar por que era a fronteira, hoje é o local da Embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém Unificada.

eTeacher Banner Central