Abigail, as características de uma mulher nobre e de fé

, ,

Abigail é realmente uma das personagens mais incríveis em toda a Bíblia, mesmo conhecendo pouco sobre ela, o que temos descrito é cativante.

Nós podemos ler sua história em 1 Samuel 25, onde a Bíblia a descreve como "uma mulher inteligente e bonita" (v. 3). Infelizmente, ela estava casada com um homem aparentemente nada bom(sendo suave), chamado Nabal, cujo significado em Hebraico é Harpa, mas em um significado mais amplo conforme ela mesmo explica pode ser alguém que está muito doente, ele era um verdadeiro empresário da antiguidade, muito rico, próspero em agricultura e criação de ovelhas. A Bíblia descreve-o como "grosseiro e bipolar em suas relações".

Naqueles dias, Davi, antes de ser rei de Israel, havia se foragido para o Deserto de Parã no Sul de Israel, ele e seu bando de renegados haviam estado no deserto escondendo-se do rei Saul, que estava tentando matá-lo. Em suas andanças, eles encontraram os rebanhos e pastores de Nabal cercando-os e servindo como proteção das tribos de nômades invasores e salteadores tão comuns dos Amalequitas e Ismaelitas.

Naqueles dias nem todos os fora da lei eram maus, e tal foi o caso de David e seus homens, eles apenas buscavam estão longe da espada de Saul. Como eles eram um exército de homens que acampavam no deserto sem nada a fazer, eles decidiram manter suas habilidades afiadas, protegendo as ovelhas de Nabal dos outros perigos.

As palavras impressionantes de um dos servos de Nabal em relação a Davi e seus companheiros foram:

“Todavia, aqueles homens têm-nos sido muito bons, e nunca fomos agravados deles, e nada nos desapareceu por todo o tempo em que convivemos com eles quando estávamos no campo. De muro em redor nos serviram, assim de dia como de noite, todos os dias que andamos com eles apascentando as ovelhas.”

(1 Samuel 25:15–16 ALMEIDA)

Quando o tempo de corte das lãs chegou, Davi enviou uma mensagem a Nabal, perguntando se ele poderia enviar algumas cordeiros em gratidão por sua proteção.

Nabal enviou os mensageiros de Davi com muitos insultos contra ele. A Bíblia não registra exatamente o que Nabal disse, mas quando os mensageiros repetiram suas palavras para Davi, ele ficou completamente enfurecido, parece que toda a nobreza do futuro rei caiu por terra, vejamos a seguir:

“Ora, Davi tinha dito: Na verdade que em vão tenho guardado tudo quanto este tem no deserto, de sorte que nada lhe faltou de tudo quanto lhe pertencia; e ele me pagou mal por bem. Assim faça Deus a Davi, e outro tanto, se eu deixar até o amanhecer, de tudo o que pertence a Nabal, um só varão.”

(1 Samuel 25:21–22 ALMEIDA)

E é aqui que Abigail surge de forma brilhante, sábia e nobre para nunca mais sair das páginas da história bíblica:

“Vendo, pois, Abigail a Davi, apressou-se, desceu do jumento e prostrou-se sobre o seu rosto diante de Davi, inclinando-se à terra, e, prostrada a seus pés, lhe disse: Ah, senhor meu, minha seja a iniqüidade! Deixa a tua serva falar aos teus ouvidos, e ouve as palavras da tua serva. Rogo-te, meu senhor, que não faças caso deste homem de Belial, a saber, Nabal; porque tal é ele qual é o seu nome. Nabal é o seu nome, e a loucura está com ele; mas eu, tua serva, não vi os mancebos de meu senhor, que enviaste. Agora, pois, meu senhor, vive o Senhor, e vive a tua alma, porquanto o Senhor te impediu de derramares sangue, e de te vingares com a tua própria mão, sejam agora como Nabal os teus inimigos e os que procuram fazer o mal contra o meu senhor. Aceita agora este presente que a tua serva trouxe a meu senhor; seja ele dado aos mancebos que seguem ao meu senhor. Perdoa, pois, a transgressão da tua serva; porque certamente fará o Senhor casa firme a meu senhor, pois meu senhor guerreia as guerras do Senhor; e não se achará mal em ti por todos os teus dias. Se alguém se levantar para te perseguir, e para buscar a tua vida, então a vida de meu senhor será atada no feixe dos que vivem com o Senhor teu Deus; porém a vida de teus inimigos ele arrojará ao longe, como do côncavo de uma funda. Quando o Senhor tiver feito para com o meu senhor conforme todo o bem que já tem dito de ti, e te houver estabelecido por príncipe sobre Israel, então, meu senhor, não terás no coração esta tristeza nem este remorso de teres derramado sangue sem causa, ou de haver-se vingado o meu senhor a si mesmo. E quando o Senhor fizer bem a meu senhor, lembra-te então da tua serva.”

(1 Samuel 25:23–31 ALMEIDA)

As palavras de Abigail vieram diretamente do coração de uma mulher temente em primeiro lugar ao Senhor, o Deus de Israel. Conhecedora das promessas feitas a Davi de que ele reinaria sobre o Povo do Eterno, ela é usada como conselheira e profetiza em uma hora que até mesmo Davi poderia cair em desgraça derramando sangue inocente.

David não teve outra opção a não ser aceitar o seu pedido eloquente e humilde desta mulher, e receber os alimentos preciosos que ela trouxe consigo.

Dez dias depois, o próprio Adonai foi quem feriu Nabal que acabou morrendo, trazendo assim justiça para Davi. Quando Davi soube da morte de Nabal, ele não perdeu tempo e prontamente perguntou a Abigail queria se casar com ele. Mesmo não estando no relato bíblico, é claro que isto não aconteceu até que os dias de luto se passaram. Abigail agora é um viúva de muitas posses, uma mulher temente a Adonai, muito sábia, com certeza ajudou muito a influenciar as futuras decisões daqui que se tornou o Rei de Israel.

Creio que a riqueza de Nabal não provinha do seu sucesso nos negócios, mas sim da esposa que tinha. Infelizmente ele parecia valorizar cada ovelha que tinha, cada produto de seus investimentos agrícolas, mas o principal, o bem estar de sua família e sua esposa, ele parece nem ter mesmo pensado sobre isso. A verdadeira riqueza deste homem provinha de sua esposa cujo melhor referencial é a poética descrição de Salomão sobre as mulher virtuosa:

“Mulher virtuosa, quem a pode achar? Pois o seu valor muito excede ao de jóias preciosas. Bete. O coração do seu marido confia nela, e não lhe haverá falta de lucro. Guímel. Ela lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida. Dálete. Ela busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com as mãos. Hê. é como os navios do negociante; de longe traz o seu pão. Vave. E quando ainda está escuro, ela se levanta, e dá mantimento à sua casa, e a tarefa às suas servas. Zaine. Considera um campo, e compra-o; planta uma vinha com o fruto de suas maos. Hete. Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços. Tete. Prova e vê que é boa a sua mercadoria; e a sua lâmpada não se apaga de noite. Iode. Estende as mãos ao fuso, e as suas mãos pegam na roca. Cafe. Abre a mão para o pobre; sim, ao necessitado estende as suas mãos. Lâmede. Não tem medo da neve pela sua família; pois todos os da sua casa estão vestidos de escarlate. Meme. Faz para si cobertas; de linho fino e de púrpura é o seu vestido. Nune. Conhece-se o seu marido nas portas, quando se assenta entre os anciãos da terra. Sâmerue. Faz vestidos de linho, e vende-os, e entrega cintas aos mercadores. Aine. A força e a dignidade são os seus vestidos; e ri-se do tempo vindouro. Pê. Abre a sua boca com sabedoria, e o ensino da benevolência está na sua língua. Tsadê. Olha pelo governo de sua casa, e não come o pão da preguiça. Côfe. Levantam-se seus filhos, e lhe chamam bem-aventurada, como também seu marido, que a louva, dizendo: Reche. Muitas mulheres têm procedido virtuosamente, mas tu a todas sobrepujas. Chine. Enganosa é a graça, e vã é a formosura; mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada. Tau. Dai-lhe do fruto das suas mãos, e louvem-na nas portas as suas obras.”

(Proverbs 31:10–31 ALMEIDA)

Que Adonai dê sabedoria as mulheres a se assemelharem a Abigail e que os homens aprendam com a falta de sabedoria e a altivez de Nabal, afim de buscar o caminho daqueles que buscam os bons conselhos conforme fez Davi.

Desde Sião,

Miguel Nicolaevsky

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *