Ministro de Israel: Assad é Anjo da Morte, o Mundo será um lugar melhor sem ele

Após a notícia nesta manhã de que mais de 100 pessoas foram exterminadas por Bashar Assad na Síria em mais um ataque químico contra a população civil, diversos ministros de Israel estão falando sobre intervenção do ocidente na situação caótica no país.

Yoav Galant, ministro da Construção e Restauração Civil, referiu-se a relatos de que 180 pessoas, incluindo crianças, foram mortas durante um extenso ataque químico das forças do regime de Assad no enclave dos rebeldes na cidade de Duma, disseram autoridades do Estado.

O ministro acrescentou que, em uma situação na qual os iranianos estão tentando lavar com sangue o Oriente Médio, "nessa situação, a saída de Assad é útil, mas não me iludo que isso acabará com os problemas no Oriente Médio".

Conversando com os russos ao nível dos olhos

Yoav Galant acrescentou que o envolvimento americano no Oriente Médio é importante para a segurança de Israel. "Uma grande parte da capacidade do Estado de Israel de falar ao nível dos olhos dos russos é que somos capazes de nos apoiar nos ombros dos americanos", observou o ministro.

As batalhas pelo controle de uma cidade nos subúrbios ao norte da capital Damasco entre rebeldes e forças do regime continuaram desde a semana passada. De acordo com relatos locais, mais de 1.000 civis foram afetados pela inalação de produtos químicos.

A Organização de Direitos Humanos da Síria, com sede em Londres, informou que as forças do regime usavam gás de cloro para atingir os rebeldes, que estavam escondidos em porões e abrigos antiaéreos nos bairros bombardeados da cidade.

Fonte: IsraelHayom

3 respostas
  1. Welber Costa
    Welber Costa says:

    Foi os EUA que mandaram vocês colocarem a foto do Lula com esse sujeito não foi? Imagem sublinhar, ou seja que os leigos entendam que o Lula é tanto quanto anjo da morte como ele? Vendidos…vocês

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *