Benjamin Netanyahu e Abdel Fattah as-Sisi se encontraram secretamente no Cairo

O Jornal YnetNews anunciou que o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu reuniu-se secretamente com o presidente egípcio Abdel Fattah Saeed Hussein Khalil as-Sisi. As informações chegaram ao jornal de Israel através de uma fonte diplomática estrangeira.

No Gabinete do Primeiro Ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, preferiram não comentar e manter o segredo do motivo da reunião.

O Jornal de Notícias do Canal 10 publicou que a reunião ocorreu no Egito em 22 de maio deste ano. Netanyahu esteve no Egito com um pequeno número de assessores e seguranças. Ele ficou no Egito somente por algumas horas e participou de uma refeição rápida durante o mês de Ramadã, no mesmo dia Netanyahu retornou a Israel durante a noite.

Também foi relatado que os ministros do governo israelense nem sabiam sobre a reunião secreta. É bem possível que os dois líderes tenham discutido o retorno dos corpos dos soldados Hadar Goldin e Shaul Oron e o retorno dos dois civis detidos pelo Hamas em Gaza.

O Egito desempenha um papel importante nas tentativas de chegar a um acordo entre Israel e o Hamas, uma fonte palestina envolvida na última escalada disse que as negociações foram realizadas no Cairo, a capital do Egito, para restaurar a situação sob o slogan "Silêncio em troca de silêncio".

Em setembro de 2017, os dois líderes se encontraram em Nova York, nos Estados Unidos, nos últimos anos tem crescido muito a cooperação entre o governo de Israel e o governo do Egito.

A reunião que ocorreu em New York foi a primeira reunião pública entre os dois líderes desde que Abdel Al-Sisi assumiu o cargo em 2014, depois que a cúpula militar tomou o poder no Egito.

Al-Sisi disse no início de seu encontro com Netanyahu: "Muito obrigado por vir ao encontro com os ilustres convidados". O porta-voz do presidente egípcio disse que a reunião tratou de formas de renovar o processo de paz. Ele observou que Al-Sisi ressaltou a importância que seu país atribui à renovação das negociações entre os israelenses e os palestinos.

O gabinete do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu observou que a reunião em NY com o presidente egípcio durou uma hora e meia, foi abrangente e lidou com problemas na região.

Al-Sisi também expressou seu desejo de ajudar nos esforços para alcançar a paz entre Israel e os palestinos e a região.

Foto: AVI OHAYON - Israel GPO

eTeacher Banner Central