Conspiração contra Israel: Tony Blair recebia dinheiro secretamente quando era enviado no Oriente Médio

Conspiração contra Israel - O Jornal Britânico Telegraph divulgou ontem que o trabalho de Tony Blair como enviado do Oriente Médio foi financiado secretamente por um rico país árabe. Ele também foi empregado como conselheiro pago, e os emails que foram vazados chegaram ao Telegraph e são reveladores.

Os Emirados Árabes Unidos financiaram silenciosamente o escritório em Londres do Sr. Blair. Ele também recebeu milhões de taxas de consultoria do estado e do fundo de riqueza soberano de sua capital, Abu Dhabi.

Um funcionário sênior do Escritório de Relações Exteriores que atua como chefe de gabinete do Sr. Blair estava envolvido. Ele o ajudava quando Blair era enviado do Quarteto também estava ligado ao seu império privado de consultoria.

As informações divulgadas levantam questões sérias sobre os conflitos de interesse entre o trabalho público e privado de Tony Blair. Blair muitas vezes se mostrou pró palestino, conforme a política dos países árabes. Isto era um conflito de interesses, uma vez que um país árabe o pagava para isso.

Conflito de Interesses

Blair insistiu que seu trabalho público e privado fosse mantido completamente separado. Ele negou que o pessoal do Quarteto estivesse envolvido no "trabalho comercial".

No entanto, na sequência de perguntas do jornal, o Sr. Blair agora será forçado a admitir. Mais uma vez está se revelando que há uma conspiração diabólica das nações e dos governos contra o Estado e o Povo de Israel.

Foto: Governo Britânico

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *