Descoberta de fábrica de utensílios de pedra no primeiro século

, ,

Mais uma descoberta emocionante, os arqueólogos descobriram junto a aldeia de Reine na Galiléia, uma pedreira onde eram fabricados vasos, copos e outros instrumentos de pedra.

Segundo a tradição judaica antiga, somente instrumentos e utensílios de pedra não se contaminavam com maldições e impurezas, portanto eram os preferidos pelos judeus durante o primeiro século da era cristã.

É bem provável, que os copos que Jesus e os discípulos utilizavam, fossem feitos de pedra exatamente como os que foram fabricados neste local.

Esta descoberta incrível lança luz sobre como eram fabricados estes utensílios impressionantes, que podem ser vistos em museus de arqueologia em todo Mundo.

Esta é a quarta oficina desse tipo descoberta no país. Outra oficina está atualmente a um quilômetro da oficina atual. Dois outras oficinas adicionais conhecidas como do período do Segundo Templo foram descobertos longe daqui – na região de Jerusalém, há décadas atrás.

Dr. Jonathan Adler, professor sênior da Universidade de Ariel e diretor da escavação, em nome da Autoridade de Antiguidades de Israel, que investigou o uso de ferramentas de pedra do período romano, declarou:

“Esta nova descoberta confirma o conhecimento de grande importância atribuído aos judeus galileus para manter as leis judaicas num momento em que o Templo de Jerusalém havia sido destruído. Os utensílios de pedra são características óbvias da população judaica, porque eles foram considerados como não recebendo contaminação. O surgimento de ferramentas de pedra nos assentamentos é marcante as comunidades judaicas, uma vez que a prática comum nos tempos antigos era preparar os talheres e utensílios de armazenamento de barro. Ao contrário da cerâmica, que quando expostos a contaminação era necessária quebrá-las e tirá-las de uso, os utensílios de pedra podiam ser lavados e voltarem a ser utilizados.”

As escavações descobriram um túnel artificial entalhado por pedreiros, o material calcário produzido a partir da fabricação de ferramentas de ferro, usando uma espécie de bisturi. As pequenas paredes do túnel da pedreira tem marcas. Haviam também muitos utensílios inacabados jogados no chão depois de aparentemente ter sido banido o processo de produção.

Dr. Adler: “de acordo com o desperdício criado especialmente aqui de muitas canecas com alças, e tigelas de vários tamanhos. Os utensílios eram comercializados para todos os vilarejos na Galiléia, mantendo aos residentes judeus as regras de pureza ritual. Preservar a pureza foi comum entre os judeus em Jerusalém e na Judéia durante o o período que o Templo de Jerusalém estava ativo, ou pelo menos até o fracasso da revolta de Bar Kochba, em 135 EC. A nova descoberta pode fornecer uma resposta de até quando os judeus preservavam a purificação na Galiléia. ”

No Novo Testamento, durante o primeiro milagre relatado no livro de João, é feito menção de que os vasos que guardavam o vinho e a água pura eram talhas feitas de pedra. Justamente por Reine não estar muito distante da cidade de Caná da Galiléia, é bem possível que aquelas talhas tenham sido fabricadas aqui a cerca de 2000 anos atrás.

“Ora, estavam ali postas seis talhas de pedra, para as purificações dos judeus, e em cada uma cabiam duas ou três metretas. Ordenou-lhe Jesus: Enchei de água essas talhas. E encheram- nas até em cima. Então lhes disse: Tirai agora, e levai ao mestre-sala. E eles o fizeram. Quando o mestre-sala provou a água tornada em vinho, não sabendo donde era, se bem que o sabiam os serventes que tinham tirado a água, chamou o mestre-sala ao noivoe lhe disse: Todo homem põe primeiro o vinho bom e, quando já têm bebido bem, então o inferior; mas tu guardaste até agora o bom vinho. Assim deu Jesus início aos seus sinais em Caná da Galiléia, e manifestou a sua glória; e os seus discípulos creram nele.”

John 2:6–11 ALMEIDA

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *