Descoberta de sepulcro do tempo de Abraão em Jerusalém

, , ,
descoberta arqueológica em jerusalem

Mais uma descoberta muito interessante na Cidade Santa, no sul de Jerusalém foi feita a descoberta de sepulcro do tempo de Abraão em Jerusalém.

As escavações que estão sendo feitas pela Autoridade de Antiguidades de Israel estão revelando os hábitos de sepultamento dos cananeus a cerca de 4000 anos atrás, por volta do período que viveu na região o Patriarca Abraão. As escavações estão sendo feitas na região do Jardim Zoológico Bíblico de Jerusalém, no sul da Capital de Israel.

Rãs Decapitadas no Túmulo

No túmulo que foi descoberto esta semana em Jerusalém, além de diversos artefatos . Além disso, Dra. Dafna  Langgut descobriu após análises que os instrumentos foram expostos a vegetação de tâmaras e mirto. Essa descoberta revela algo inteiramente novo, pois estes não são típicos na região montanhosa. Ainda foram encontrados ossadas de rãs que foram decapitadas e enterradas dentro de uma ânfora, um vaso antigo.

Acredita-se que isto era parte de algum ritual associado a viagem da alma ao caminho da eternidade. Os egípcios e romanos também tinham hábitos de colocar jóias,  armas, moedas e etc. O hábito se diferencia muito da forma de sepulcro comum na família de Abraão, onde o indivíduo era sepultado apenas em uma espécie de lençol e um túmulo escavado no solo ou em rocha. Na cultura hebréia não havia o hábito de se enterrar com objectos de valores ou simbólicos, pois sempre se acreditou que o indivíduo não levava nada em sua jornada para a eternidade.

1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *