Descoberta Fábrica de Lâmpadas na Antiga Judeia

, , ,

Descoberta Fábrica de Lâmpadas na Antiga Judeia - A Autoridade de Antiguidade de Israel publicou neste mês de Julho de 2017 o relatório das escavações realizadas em Khirbet Summeily em 2014 e o resultado é impressionante, nossa equipe tem o prazer de trazer aqui um resumo do relatório.

Em julho e agosto 2014 foram realizadas escavações de resgate no sul de Ramat Beit Shemesh, as escavações foram realizadas antes da construção de um novo bairro, em nome da Autoridade de Antiguidades de Israel e com coordenação do Ministério da Construção e Habitação do Estado de Israel.

Khirbet Summeily situa-se na encosta norte de uma colina, ao sul do riacho de Elah. Um extenso levantamento foi realizado em Ramat Beit Shemesh. A escavação foi amplamente documentado sobre Khirbet Summeily e em torno dos restos de um assentamento (mais ou menos 25 hectares) e muitas instalações agrícolas como antigos silos e depósitos. As escavações revelaram um local de uma casa de fazenda e outras instalações satélites nas adjacências.

As escavações no local revelaram um edifício construído amplamente com pisos de mosaico do final do período Roman e os restos de um assentamento do período persa e outro do helenístico. Em algumas pequenas escavações realizadas no passado foram descobertas cavernas que eram instalações lavradas próximas e muitos.

A escavação atual revelou três principais etapas do assentamento, que datam do início do período romano (Estrato I), período Roman-bizantino (Estrato II) e otomano (Estrato III).

No Estrato I (período romano precoce) foi descoberta uma escadaria talhada mal conservada (Figura 3). Parece que os restos de esta camada é removida na sua maior parte incluíam um mikveh, o local foi reutilizado no tardio Romano-bizantino (Estrato II). Na área da escavação foi descoberto uma grande quantidade de moedas e cerâmica, que datam do início do período romano, o que indica que a localidade era maior durante este período.

Na Camada II (período Romana-bizantino) foram revelados os restos de uma estrutura grande com pelo menos 17 x 33 m, provavelmente uma villa romana com uma oficina de lâmpadas de cerâmica, provavelmente para comercialização. As paredes exteriores do edifício foram construídos diretamente sobre a rocha, com um curso básico e foi construído como uma série de pedras grandes parcialmente revestidas e pequenas pedras entre elas. Na superfície interna das paredes revelou vestígios de gesso branco aplicado às pequenas pedras. O quarto norte foi pavimentado com um estrutura de mosaico branco e decorado com um quadrado central de padrões geométricos coloridos que pode ser visto na foto principal do artigo.

Modelos de decoração e cor semelhantes aos de um mosaico descoberto no passado, mais ao sul estrutura quarto foram encontradas paredes mais preservadas, e a maioria de sua base foi na rocha talhada. Outra descoberta a parte sul do edifício foram várias instalações escavadas na rocha, aparentemente relacionados com a estrutura, mas não como provar isto. A parede sul do edifício tinha um canal rebocado, provavelmente parte de um canal pluvial que drenava a água da chuva do telhado.

Na área da construção foram encontrados mais de 600 fragmentos de lâmpadas de cerâmica, incluindo principalmente as lâmpadas domésticas do tipo Beit Natif, que datam do terceiro quarto século da EC. O tipo mais comum de estrutura de corpo de lâmpada caracterizada por uma forma oval ou em forma de pêra. A maioria das lâmpadas são pintadas de vermelho ou marrom, mas alguns ficaram sem pintura. Elas também foram descobertas no chão de uma sala na parte sul do edifício, em um conjunto de 15 moldes de lâmpadas feitos de calcário que eram utilizados para a fabricação das lâmpadas. Os modelos, juntamente com inúmeras peças de lâmpadas na parte sul do edifício indicam que o mesmo foi utilizado como uma oficina de lâmpadas.

Acima, molde de pedra para fabricação de lâmpadas e lâmpadas do tipo Beit Natif

Camada III (período Otomano). Cada área do local foi coberta com a detrito de preenchimento e usado como um pomar. Foi descoberta uma construção de pedras empilhadas em etapa de processamento e paredes de campo; Uma grande parte destas paredes foi removida durante o primeiro período de escavação. Nas ruínas norte e leste do local foram preservadas paredes que mostram o período agrícola.

Selo da Idade do Ferro em Região Agrícola

Além ads principais descobertas citadas acima, é muito importante ressaltar a descoberta no local de seis selos de argila descobertos em Khirbet Summeily, um local cuja habitação se iniciou ainda na Idade do Ferro, no sul de Israel, não muito distante de Beit Shemesh. "Estes parecem ser os únicos exemplos conhecidos de selos do século X AC, ou seja o período davídico, tornando esta descoberta única", disse Jimmy Hardin da Mississippi State University e co-diretor do Projeto Regional Hesi. Os selos provavelmente estavam colados sobre documentos escritos selados, em um local que tinha sido uma fazenda rural em uma área de fronteira. A importância desta descoberta é que ela pode estar revelando a influencia dos reinos de Saul e Davi nas colinas da Judeia mesmo estando distante da Capital, Jerusalém.

O Edifício do Estrato II tem seu plano semelhante ao de uma Villa Romana, datada do século IV da Era Cristã. Embora a maior parte do edifício foi utilizada como residência, a oficina industrial sul foi utilizado para fabricar lâmpadas. Esta descoberta de Khirbet Summeily ocorreu quase 80 anos após as lâmpadas do tipo Beit Natif terem sido inicialmente identificadas na escavação na aldeia vizinha de Beit Natif onde em dois poços que foram transformados deposito de lixo e continha numerosos fragmentos de lâmpadas e alguns moldes de pedra, enquanto a escavação em Beit Natif não revelaram sua origem pois estavam no lixo, as escavação Khirbet Summeily revelaram pela primeira vez uma oficina de lâmpadas de cerâmica nas planícies Judéias.

Fonte: Autoridade de Antiguidades de Israel e Archeology Magazine, USA.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *