Em que data Jesus Morreu?

Top Banner eTeacher

Após ter sido questionado algumas vezes sobre a questão da Morte de Yeshua, quando isto teria ocorrido, penso que posso trazer aqui algumas importantes considerações sobre isso. Hoje fui novamente indagado por meu amigo Silas Anastácio quando isto teria ocorrido. Jamais poderei afirmar que esta data é precisa, mas creio que com ela podemos entender um pouco melhor dos fatos. Então seguem minhas argumentações.

Jesus não nasceu no ano 1 da EC

Em primeiro lugar este fato é evidente, pois quando o calendário foi formulado, não sabiam exatamente em que ano Yeshua teria nascido, mas hoje, com dados históricos mais precisos, é possível nos aproximarmos de uma data mais real.

A Bíblia nos diz que quando Jesus nasceu Herodes o Grande ainda reinava na Judeia conforme podemos ler a seguir:

Tendo, pois, nascido Jesus em Belém da Judéia, no tempo do rei Herodes, eis que vieram do oriente a Jerusalém uns magos que perguntavam: Onde está aquele que é nascido rei dos judeus? pois do oriente vimos a sua estrela e viemos adorá-lo. O rei Herodes, ouvindo isso, perturbou-se, e com ele toda a Jerusalém; e, reunindo todos os principais sacerdotes e os escribas do povo, perguntava-lhes onde havia de nascer o Cristo. Responderam-lhe eles: Em Belém da Judéia; pois assim está escrito pelo profeta: E tu, Belém, terra de Judá, de modo nenhum és a menor entre as principais cidades de Judá; porque de ti sairá o Guia que há de apascentar o meu povo de Israel.

Mateus 2:1–6

Hoje sabemos historicamente que Herodes o Grande morreu em 4 AEC, ou seja quatro anos antes da era cristã. Então, Jesus só poderia ter nascido antes disso. Em minha opinião isto se deu em 6 AEC, ou seja, dois anos antes de Herodes morrer. Como posso chegar a esta conclusão? Bem, creio que baseado na morte. Se Yeshua morreu quando tinha 33 anos conforme se crê, era necessário que ele morresse em um dia que não fossem nem Sábado e nem Domingo, pois caso contrário, ele não ficaria 3 dias e três noites no seio da Terra conforme ele mesmo afirmou:

“Pois, como Jonas esteve três dias e três noites no ventre do grande peixe, assim estará o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra.

Mateus 12:40

Então não nos resta muito mais como variar, pois do contrário Yeshua seria novo demais ou velho demais para o tempo em que serviu pregando o Evangelho do Reino. Neste caso, tenho dois anos a considerar. Mais um ano, o Pessach cairia em um Sábado, ou seja, seria impossível passar 3 dias no seio da Terra, mais 2 anos cairia em um domingo e também tornaria impossível que morrendo neste dia ele ressuscitasse no Sábado seguinte. Utilizando um calculador de datas Hebraicas, o ano mais adequado que chego é de -6 AEC e a morte do Messias coincidiria com o ano de 27 EC.

Tudo indica que sim, mas como costumo escrever, não posso afirmar 100% pois somente saberemos mesmo quando ELE nos revelar. Mas com certeza não foi em uma sexta-feira, caso contrário não teria ficado nem dois dias completos no seio da terra.

Ressureição no Domingo ou no Sábado?

Para entendermos bem esta questão, devemos entender como se deu a morte e a ressurreição de Yeshua.

O problema grave para esta interpretação está no fato de que os cristão identificam como Yeshua - Jesus tendo sido crucificado quando iria começar o Sábado conforme podemos ler a seguir.

Mas Jesus, dando um grande brado, expirou. Então o véu do santuário se rasgou em dois, de alto a baixo. Ora, o centurião, que estava defronte dele, vendo-o assim expirar, disse: Verdadeiramente este homem era filho de Deus. Também ali estavam algumas mulheres olhando de longe, entre elas Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago o Menor e de José, e Salomé; as quais o seguiam e o serviam quando ele estava na Galiléia; e muitas outras que tinham subido com ele a Jerusalém. Ao cair da tarde, como era o dia da preparação, isto é, a véspera do sábado,

Marcos 15:37–42

Para o leitor leigo fica claro que aparentemente algo estava errado, se Jesus fosse crucificado na véspera do Shabbat - Sábado e ressuscita-se no Domingo de manhã, como poderia ter ficado morto por três dias? Bem a resposta para isso está no próprio texto. O Dia da preparação conforme podemos ler nos revela que não se tratava de véspera de um Sábado comum, mas sim de um Sábado Festivo, estamos falando da expressão Sábado como descanso da Festa de Pessach, ou seja, o principal dia da Páscoa Judaica e não do sétimo dia da Semana. O que reforça ainda mais este argumento é entendermos que quando Mateus fala do dia em que as mulheres visitam o túmulo após a ressureição, ele deixa claro que aquela era a manhã do Primeiro Dia da Semana. Ele fez isto para não confundir aquele Sábado com o anterior. Um era o Sábado da Festa de Pessach e outro era o Sétimo Dia da Semana. Sendo assim, a compreensão deste texto dentro da ótica judaica resolve-nos dois problemas, o primeiro é a questão dos três dias, o o segundo é a questão do Dia Santo, que continuou sendo o mesmo, o Shabbat, o Sábado.

É importante salientar que em Israel, desde a antiguidade, os dias não começam pela manhã, mas ao Por-do-Sol. O que desfaz completamente o conceito de que o Dia em que Yeshua ressuscitou foi o Domingo. Sim é verdade que as mulheres compraram os perfumes e aromas no Motze Shabbat, ou seja, após o Por-do-Sol, e visitaram o sepulcro no dia seguinte pela manhã, mas em nenhum texto diz claramente que Yeshua ressuscitou no Domingo pela manhã.

Mas já no primeiro dia da semana, bem de madrugada, foram elas ao sepulcro, levando as especiarias que tinham preparado. E acharam a pedra revolvida do sepulcro. Entrando, porém, não acharam o corpo do Senhor Jesus.

Lucas 24:1–3

Note que em todos os textos, todos quando chegaram ao túmulo durante a madrugada de Domingo, já encontraram-no vazio. Portanto, alegar que Yeshua ressuscitou no Shabbat pode ser uma alegação falsa, gostaríamos de salientar que nosso desejo é nos determos somente no texto e nada mais.

Ali, pois, por ser a vespera do sábado dos judeus, e por estar perto aquele sepulcro, puseram a Jesus.

No primeiro dia da semana Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada, sendo ainda escuro, e viu que a pedra fora removida do sepulcro.

João 19:42–20:1

No fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.

Mateus 28:1

De acordo com os cálculos do calendário judaico, a data mais correta para a Morte do Mashiach Yeshua é de 14º, dia de Nisan, 3787 = Wed, 7 de Abril 27 י״ד בְּנִיסָן תשפ״ז

Pois bem, se esta data é correta, então tudo se encaixa perfeitamente. Yeshua teria comido a última refeição com os discípulos em um Terça-Feira de noite. Neste mesmo dias saiu para o Monte das Oliveiras, permanecendo em oração. Ele foi preso e julgado durante a madrugada ou o começo da manhã no sinédrio. Do sinédrio foi levado a Pilatos para ser condenado a morte. Era uma Quarta-Feira, neste dia ele foi crucificado ao meio dia, no mesmo horário em que se prepara(dia da preparação para o Shabbat do Pessach), passando assim a primeira noite(tarde em Hebraico) de quarta e manhã de Quinta Feira no seio da Terra, este é o primeiro dia completo. Depois era o dia da Festa do Pessach, não se faz nenhuma obra neste dia, apenas se festeja. Por isso as mulheres nem mesmo foram ao túmulo. Yeshua passou a noite(tarde em Hebraico) de Quinta Feira e a manhã de Sexta-Feira no Seio da Terra, este é o segundo dia. Agora é Sexta-Feira, pode-se fazer obra somente na metade inicial do dia(a manhã), mas o túmulo estava guardado e seu corpo passa a tarde de Sexta Feira e a manhã de Sábado no túmulo, este é o terceiro dia em que Yeshua. Assim podemos entender o versículo que lemos:

No fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.

Mateus 28:1

Ou Seja, no fim do Sábado, pouco antes do Por do Sol, Yeshua - Jesus, se levantou dos mortos, ELE completou três dias inteiros e três noites inteira no seio da Terra, exatamente conforme descrito na Palavra do Senhor. Quando as mulheres chegaram no alvorecer, ELE já não estava entre os mortos conforme podemos ler:

Mas já no primeiro dia da semana, bem de madrugada, foram elas ao sepulcro, levando as especiarias que tinham preparado. E acharam a pedra revolvida do sepulcro. Entrando, porém, não acharam o corpo do Senhor Jesus. E, estando elas perplexas a esse respeito, eis que lhes apareceram dois varões em vestes resplandecentes; e ficando elas atemorizadas e abaixando o rosto para o chão, eles lhes disseram: Por que buscais entre os mortos aquele que vive?

Lucas 24:1–5

Então, de acordo com isso, a data mais correta para a Morte do Mashiach Yeshua é de 14º, dia de Nisan, 3787 = Wed, 7 de Abril 27 י״ד בְּנִיסָן תשפ״ז.

Mas como costumo escrever, não posso afirmar 100% pois somente saberemos mesmo quando ELE nos revelar. Mas com certeza não foi em uma sexta-feira, caso contrário não teria ficado nem dois dias completos no seio da terra.

Que Adonai nos dê sabedoria e nos ajude a reter o que é bom. O Mais importante não é a data em si, mas o motivo pelo qual ele foi levado à cruz, foi para morrer por amos a nós, expiando de uma vez pelos nossos pecados e nos permitir nele a reconciliação com Adonai.

Desde Sião,

Miguel Nicolaevsky, Diretor do Cafetorah.com

 

eTeacher Banner Central
6 respostas
  1. Claudio Mamann
    Claudio Mamann says:

    Acho correto sua pespectiva da morte e ressureição mas tem um porém aí, para dar os três dias e noites Yeshua anteciparia a Pessach? como eles comeriam o cordeiro pascal se o mandamento seria na tarde do dia 14 no templo e isso seria impossível, como eles fizeram? teria uma teoria plausivel. Havia naquele tempo um terceiro grupo de Judeus que esperavam o Messias, os Essênios, eles tinham um calendário que era mais próximo do original do Criador e essa Pessach deles caiu um dia antes das dos Fariseus daí Yeshua ter feito a última pessach no Calendário Essênio, esse grupo já não sacrificava mais o cordeiro e usava somente o Matzá e o fruto da vide como elementos do seder de pessach, por isso Yeshua e seus seguidores não teriam comido o cordeiro mas somente esses dois elementos. Não estou dizendo que Yeshua era Essênio até poderia ser mas ele usou o calendário mais próximo do original pois como filho do Eterno ele saberia muito bem o que estava fazendo. Essa no meu ver seria a única explicação para ele ter antecipado a pessach com os seguidores caso contrário não fecha os relatos das escrituras com o que o Eterno havia ordenado para sempre e Yeshua jamais transgrediria um mandamento dado pelo Pai.

    Responder
    • Flavio
      Flavio says:

      Concordo com você meu amigo!
      Além disso, temos as duas festas Paes Asmos, e Primicias, se fosse o Sétimo dia da Pascoa, jesus não seria o Messias, o Salvador e redentor esperado!!!!

      Responder
  2. Aldreks Albuquerque
    Aldreks Albuquerque says:

    Miguel Nicolaevsky. É cabível também uma exposição sobre a data para o nascimento de Cristo o Senhor. E assim termos uma teoria mais precisa frente ao ridículo e pagão e tenebroso 25 de Dezembro. Se puderes, publique tal exposição.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *