EUA para Irã: Saiam da Síria!

O Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo revelou aos meios de comunicação neste domingo dia 21 de Maio de 2018, 12 demandas ao governo iraniano. Entre elas, a remoção de todas as forças iranianas da Síria. O Secretário de Estado dos EUA disse que, a partir de agora, Washington exercerá uma pressão econômica sem precedentes sobre Teerã e quando as sanções forem impostas com força total, o Irã terá dificuldade em sobreviver economicamente.

Em um evento em Washington, Mike Pompeo declarou que o Pentágono está trabalhando com os aliados dos Estados Unidos na região.

Segundo o secretário de Estado dos EUA, o Irã se expandiu no Oriente Médio desde a assinatura do acordo nuclear há cerca de três anos. Mike Pompeo ainda afirmou o Governo Obama blefou achando que o Irã moderaria suas ações e cumprirá as convenções internacionais, o que de fato não ocorreu.

Mike Pompeo disse que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decidiu retirar-se do acordo nuclear porque o mesmo não apresentava garantia suficiente da segurança americana contra os perigos do Irã, se o processo continuasse, o Mundo poderia estar em perigo sob ameaças do Irã.

Pompeo ainda disse que os Estados Unidos não negociarão a melhora do acordo nuclear do qual se retiraram, dizendo que somente se o Irã fizer "mudanças substanciais" os Estados Unidos poderão concordar em suspender as sanções e restaurar suas relações diplomáticas e econômicas com Teerã. Agora é uma questão de provar que existem boas intenções e não apenas discursar sobre isso. Mike Pompeo disse estar confiante de que a longo prazo, os aliados dos EUA irão reconhecer que a estratégia de Trump em relação ao Irã está correta.

O Governo dos EUA disseram que irã desencadear uma pressão econômica sem precedentes contra o Irã. Mike Pompeo também declarou:

"As sanções contra o Irã serão as mais poderosas na história, o Irã terá que lutar para manter sua economia de pé"

Além disso, o Secretário de Estado Americano mandou outro recado duro para o Irã, exigindo: "Retirem suas forças da Síria".

O secretário de Estado continuou explicando que "nós esperávamos que o Irã aplicasse o dinheiro para o benefício do povo iraniano, mas eles utilizaram para armar grupos terroristas.

Além disso, Mike Pompeo também alertou que os EUA "vão esmagar" os agentes do Irã e acrescentou que "o Irã nunca mais "terá domínio sobre o Oriente Médio."

Governantes do Irã são fanáticos e poderão levar o país a destruição

Se os governantes da ditadura do Irã se comportarem da mesma forma com que se comportou Sadam Hussein e Kadafi, eles poderão levar o Irã a auto-destruição.

Os Estados Unidos sob o comando de Mike Pompeo e Donald Trump é uma super potência muito menos tolerante aos governos ditatoriais e extremistas como a República Islâmica do Irã.

Desobediência as sanções dos Estados Unidos e resistência a mudanças na política agressiva do Irã, poderá por fim levar o Governo dos Estado Unidos a uma grande operação militar de desmonte da ditadura persa e da destruição do grupo terrorista do Hezbollah.

Fonte: IsraelHayom e YnetNews - Foto acima: Common Media - M. Sadegh Heydari 

eTeacher Banner Central