Festa dos Tabernáculos, o Verdadeiro Natal

, ,

Festa dos Tabernáculos - Sukkot, a Festa que Comemora a Presença de Adonai no meio do seu povo, ISRAEL.

Todos os anos quando comemoramos aqui em Israel a Festa dos Tabernáculos, fico a imaginar como será a grande comemoração após a revelação a todo Povo de Israel sobre quem é a figura de Yeshua Hamashiach, o verdadeiro messias prometido a nação eleita.

O Livro de Zacarias faz menção de que nos últimos dias a humanidade virá de todos os cantos da Terra para celebrar esta festa tão profética.

E acontecerá que, todos os que restarem de todas as nações que vieram contra Jerusalém, subirão de ano em ano para adorar o Rei, o Senhor dos Exércitos, e para celebrarem a festa dos tabernáculos.

E acontecerá que, se alguma das famílias da terra não subir a Jerusalém, para adorar o Rei, o Senhor dos Exércitos, não virá sobre ela a chuva.

E, se a família dos egípcios não subir, nem vier, não virá sobre ela a chuva; virá sobre eles a praga com que o Senhor ferirá os gentios que não subirem a celebrar a festa dos tabernáculos.

Este será o castigo do pecado dos egípcios e o castigo do pecado de todas as nações que não subirem a celebrar a festa dos tabernáculos.

Naquele dia será gravado sobre as campainhas dos cavalos: SANTIDADE AO SENHOR; e as panelas na casa do SENHOR serão como as bacias diante do altar.

E todas as panelas em Jerusalém e Judá serão consagradas ao Senhor dos Exércitos, e todos os que sacrificarem virão, e delas tomarão, e nelas cozerão. E naquele dia não haverá mais cananeu na casa do Senhor dos Exércitos.

Zacarias 14:16-21

Um motivo maior, comemorando o nascimento do Messias de Israel

Para compreendermos melhor os motivos pelo qual todas as nações virão para Adorar o Eterno em Jerusalém, vale a pena fazer uma analise sobre que outro evento pode ter ocorrido no período desta que é a mais alegre de todas as festas judaicas.

De acordo com Lucas 1:24-26, Maria concebeu Jesus no sexto mês da gravidez de Elizabeth, quando ela esperava por seu filho, João Batista. Isto significa que Yeshua nasceu 15 meses depois que o anjo Gabriel apareceu ao marido de Elizabeth, o sacerdote Zacharias, que anunciou que ele e sua mulher teriam um filho.

E o povo estava esperando a Zacarias, e maravilhava-se de que tanto se demorasse no templo.

E, saindo ele, não lhes podia falar; e entenderam que tinha tido uma visão no templo. E falava por acenos, e ficou mudo.

E sucedeu que, terminados os dias de seu ministério, voltou para sua casa.

E, depois daqueles dias, Isabel, sua mulher, concebeu, e por cinco meses se ocultou, dizendo:

Assim me fez o Senhor, nos dias em que atentou em mim, para destruir o meu opróbrio entre os homens.

E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré,

A uma virgem desposada com um homem, cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria.

Lucas 1:21-27

De acordo com Lucas 1:5, Zacarias era um sacerdote da ordem de Abias. Lucas 1: 8 diz que Gabriel apareceu a Zacarias enquanto ele estava servindo como sacerdote no Templo.

Sabemos, de acordo com as informações de 1 Crôanicas 24:10 e outras referecia do Talmud, ue a divisão de Abias serviram como sacerdotes durante a segunda metade do quarto mês do calendário religioso judaico - que o colocaria no final de junho (o calendário religioso judaico começa em março com a Páscoa).

Quinze meses depois colocaria o nascimento de Jesus, no sétimo mês do calendário judaico. Isso seria durante o outono, algo em torno do final de setembro ou início de outubro. Sua concepção, não Seu nascimento, teria ocorrido em dezembro do ano anterior.

O sétimo mês do calendário judaico é o mês da Festa dos Tabernáculos. João 1:14 nos fala de Jesus como a a Palavra Revelada: "E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade". A palavra "habitar", que é usada aqui é a palavra grega "skenoo", em hebraico seria sukká, que literalmente significa "tenda"!

Então, quando Deus veio à terra para habitar entre os homens, parece que Ele cronometrou Sua chegada na manjedoura de Belém, para coincidir com a Festa dos Tabernáculos. Será que é apenas por acaso que a Festa dos Tabernáculos é a mais alegre de todas as festas judaicas? Esta festa é de facto a sua festa de ação de graças.

O significado total dessa festa não será cumprida até que o Senhor Jesus retorne novamente para habitar entre os homens após dois mil anos, quando Ele reinará sobre a terra desde o Mt. Zion em Jerusalém. A Palavra de Deus não é maravilhoso?

festa-dos-tabernaculos

Veja a semelhança das cenas de comemoração da Festa dos Tabernáculos e do Nascimento de Yeshua, a família judaica no centro, os pastores judeus e os visitantes estrangeiros também prestam homenagem ao Rei dos Reis, assim como foi, assim será a Festa dos Tabernáculos descrita no Livro de Zacarias.

Yeshua - Jesus, Rei e Sacerdote

Algumas vezes me questionam sobre como pode ser Yeshua, Rei e Sacerdote. Pois bem, de fato, se observarmos os detalhes da descrição bíblica chegaremos a algumas conclusões incríveis, veja a pergunta que recebi sobre como Miriam – Maria e Isabel(Elisabete) – Elisheva poderiam ser primas visto que uma, segundo a tradição é da família de Levi, mais precisamente Cohen, ou seja, da família sacerdotal, e a outra, Maria, segundo a tradição da família de Judá ( Yehudah ), pois bem, veja a seguir as minha conclusões baseadas nos textos bíblicos e como isso reflete na pessoa do Mashiach.

Em relação a Isabel – Elisheva – Elisabete, esposa de Zacarias, na realidade, não somente Levi, ela era Cohen, ou seja de linhagem sacerdotal. Simples, naquele tempo era muito comum os da casa de Davi se casarem com sacerdotes, pois desta forma podia reter a realeza e o sacerdócio juntos, isto só era possível quando o pai fosse um Cohen e a mãe fosse uma Cohen, porém sua mãe fosse da tribo de Judá, pois naqueles dias, conforme as escrituras, a descendência era determinada pelo pai e não pela mãe, ou seja, filho de… filho de… e assim por diante…

Sendo assim, elas eram primas por parte de mãe…

Outra opção mais simples e uma resposta melhor para isso seria que Maria mesmo tivesse o pai da descendência de Judá conforme Lucas descreve e a mãe fosse de família sacerdotal, esta versão é bem mais aceitável, afinal de contas a proibição era de casamento de Sacerdotes com mulheres não sacerdotais e não ao contrário, ou seja, Miriam era sacerdotisa por parte de mãe e davídica por parte do pai, da mesma forma, é bem provável que o próprio José(Yossef) fosse também com o mesmo status, isto talvez explicasse o motivo pelo qual o Mashiach tivesse que sair de Betlehem da Judéia, uma cidade típicamente da tribo de Judá, porém de Levitas e Sacerdotes.

No caso, pela descendência de José ele seria o herdeiro legítimo do trono de Davi, e pela descendência da mãe seria o intercessor legítimo, pois no caso de sacerdotes, não há nenhum texto bíblico que determine se têm que ser de pai ou de mãe. Para reforçar este pensamento, vejamos o que foi falado sobre os filhos de Davi.

Também Benaia, filho de Jeoiada, estava sobre os quereteus e peleteus; porém os filhos de Davi eram sacerdotes. II Samuel 8:18

Infelizmente, a maioria das traduções para o português mudaram o termo Cohen para ministros, o que é um erro grave de interpretação, a interpretação literal é sacerdote, então qual seria a resposta para isso? A resposta pode estar simplesmente no fato de uma das mulheres de Davi ser de linhagem sacerdotal, o que não os permitia exercer a função de Sumo Sacerdote, mas não os impediria de exercerem como sacerdotes.

Sendo assim, Yeshua teria em seu sangue a realeza e o sacerdócio, daí seria o Legislador, o Juiz e Intercessor = Mashiach.

Pode até ser que desta forma sua linhagem não fosse de Sumo Sacerdote, pois somente descendência direto de um sumo sacerdote o outorgaria este título, mas de qualquer forma, o mais importante é que ELE é um sacerdote segundo a linhagem de Melquisedeque, o qual fez-se como oferta voluntaria por amor à aqueles a quem criou, desejando-os resgatar pelo preço do seu sangue, e por si só, este é um ato que somente um verdadeiro nobre faria, dar a sua vida pelos seus amigos… Desta forma, não há dúvidas, Yeshua realmente é Rei e Sacerdote.

Desde Sião,

Miguel Nicolaevsky

1 responder
  1. Acir Mendes
    Acir Mendes says:

    Shalon. Como explicar, sendo Jesus filho de Davi ( na descendência) e de José? José não é pai biológico de Jesus, no caso de Maria, penso que foi usado seu ovulo para a fecundação. Minha fé me faz crer no que está escrito, e essa dúvida não a contradiz, porém gostaria de entender isso. Se hoje para o homem é possível engravidar uma mulher com um conjunto de técnicas de reprodução assistida, vamos dizer assim grosseiramente, comparada ao operar milagroso e perfeito de Deus

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *