Hamas investe 260 milhões de dólares em terrorismo e palestinos estão morrendo de fome em Gaza

Top Banner eTeacher

Terrorismo - Hamas investe 260 milhões de dólares em terrorismo e palestinos estão morrendo de fome em Gaza. O centro de distribuição de alimentos da UNRWA no campo de refugiados de Shati na Faixa de Gaza distribuiu sacos de farinha na segunda-feira. Muitos dos palestinos estavam em pé, incluindo mulheres e crianças, e os telhados das casas em ruínas são cobertos com plásticos para suportar a próxima chuva.

A destruição do túnel terrorista do Hamas em Israel mostrou que o dedo acusador do Hamas, prefere investir em infra-estruturas terroristas em vez de infra-estrutura civil e benefícios para a população.

O jornal britânico "The Guardian" informou recentemente que a condição dos hospitais na Faixa de Gaza é pobre e que eles estavam sofrendo uma grave escassez de medicamentos e equipamentos.

Dos 516 medicamentos necessários, 223 (43%) já tinham acabado em novembro. O suprimento de sangue também diminuiu devido a cortes de energia que foram renovados há uma semana.

O Dr. Mahmoud Daher, chefe da Organização Mundial de Saúde em Gaza, disse que 45 por cento dos pacientes que procuram tratamento em Israel foram rejeitados em outubro.

É importante salientar que isto se deve ao fato dos palestinos usarem cinicamente os direitos humanos em Israel em permitir tratamento no país para fazerem atentados terroristas.

O Dr. Andy Ferguson, diretor de programas de assistência médica para os palestinos, disse que, de acordo com seus dados, pelo menos 30 palestinos morreram no ano passado após o pedido de tratamento em Israel, os pedidos foram negados devido à falta de financiamento para tal tratamento pela Autoridade Palestina.

Se Hamas quisesse, estes 260 milhões de dólares daria não somente para construir um hospital apropriado, como também para a comprar de medicamentos e pagamento de salários a médicos. Isto geraria empregos para os construtores, sustentando centenas de famílias em Gaza. Mas o grupo terrorista prefere ver seus cidadãos, seus vizinhos, morrendo do que parar de atacar o Estado de Israel e os judeus de uma forma em geral.

Onde está a ONU, onde está a UNESCO, onde está a Liga Árabe, onde está a trilionária Arábia Saudita, onde está a Ajuda Humanitária do Irã? Ninguém realmente se importa com Gaza e seus moradores, os únicos que ainda estendem a mão para este povo miserável são os israelenses. Mesmo apesar de ter fechado a passagem de mercadorias apenas 3 dias atrás por causa da descoberta de mais um túnel do terrorismo. Hoje, Israel já declarou que está fazendo os preparos para abrir a passagem novamente amanhã. O Egito por sua vez não faz nada, não permite nada, não ajuda em nada, até porque, o país também vive as margens da miséria.

As 9:00 da manhã o Estado de Israel abriu a passagem de mercadorias. Isto leva a um grande risco de atentado contra os que trabalham no local, mas Israel sabe que sem isso as pessoas vão morrer de fome na Faixa de Gaza.

Louvado seja Adonai porque ainda restou ao povo de Israel um pouco de misericórdia até mesmo pelos seus inimigos.

eTeacher Banner Central
1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *