Hezbollah acusa Israel de bombardear base Iraniana

Top Banner eTeacher

Um jornal afiliado ao Hezbollah culpou Israel pelo ataque, mas deve se levar em consideração que a imprensa associada ao grupo terrorista culpa Israel por quase de ruim que que acontece.

O jornal Al-Akhbar informou que "importantes armazéns" pertencentes à Guarda Revolucionária e ao exército sírio estavam localizados nessas bases. Segundo relatos do Centro Sírio para os Direitos Humanos, 26 pessoas morreram no incidente, a maioria delas iranianas. Se assim for, isto demonstra que o Estado de Israel realmente não tem nada a perder e está partindo com tudo contra a presença iraniana na Síria.

Além disso, o jornal libanês Al-Akhbar informou que as bases pertencem ao exército de Assad, ma que elas também servem aos seus aliados na Guarda Revolucionária do Irã.

Fantasia Libanesa

ALém do ataque atribuído as Forças de Defesa de Israel, o Jornal alega que o incidente causou leve terremoto de magnitude 2,6 na cidade de Hama, onde está a tal base militar que foi atacada. Está mais parecendo com "acidente de trabalho" do que um ataque da Força Aérea do Estado de Israel. Quem brinca com fogo acaba se queimando. Incidentes como estes são comuns, principalmente em Gaza. Quando terroristas tentam armar grandes explosivos, acidentes podem ocorrer e aí vai tudo para os ares, mas não sem antes culparem Israel para desviar a culpa e alimentar o ódio aos judeus ao mesmo tempo.

Se realmente este foi um ataque a uma importante bases iraniana na Síria, orquestrado pelas Forças de Defesa de Israel, este é o segundo em um mês, ele demonstra a superioridade da IDF mesmo diante de baterias anti-aéreas fornecidas pela Rússia.

Fonte: YnetNews e IsraelHayom - Mapa: GoogleMaps

Banner Camisetas Cafetorah
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *