IDF paralisa colônia de férias para crianças, estudos e transportes

Colônia de férias paralisada - O Comando da Frente Interna anunciou nesta quinta-feira pela manhã o cancelamento de todos as colônias de férias em áreas abertas na vizinhança da Faixa de Gaza devido à escalada da violência no sul do país. Além disso, não haverão outras atividades educacionais e o trabalho agrícola também está proibido em toda região fronteiriça como a Faixa de Gaza.

O Comando da Frente Interna também disse que os serviços para o público em geral serão realizados em um formato limitado e que até 300 pessoas ainda são permitidas.

Além disso, sob a orientação do Home Front Command, o tráfego ferroviário no segmento de Ashkelon até Sderot foi interrompido, os trens estão parando em Ashkelon para quem vem do norte e em Netivot para quem vem do sul.

A Faculdade Sapir, ao lado de Sderot, também anunciou que não haverão aulas e nem exames no dia de hoje por motivos óbvios de segurança.

O Conselho Regional de Merchavim recebeu instruções do Comando da Frente Interna para realizar acampamentos de verão apenas dentro de edifícios, perto de uma área protegida, sem saída para o pátio. Na cidade de Netivot, todas as atividades educacionais e acampamentos de verão ocorrerão somente dentro de uma área protegida padrão.

Ao todo, desde o início da escalada da noite passada, mais de 150 bombardeios foram feitos pelo Hamas contra os vilarejos judaicos em território israelense. O Sistema de Defesa Domo de Ferro interceptou 25 deles, incluindo 14 foguetes e morteiros desde a meia-noite de hoje, a maioria dos outros mísseis cairam em áreas abertas.

No vilarejo de Eshkol, uma mulher foi ferida por estilhaços no peito após a queda de um míssel disparado pelo Hamas. Um menino também ficou ferido por causa de um ataque do Hamas que atingiu a entrada de uma casa em Sderot, uma outra casa foi destruída no Conselho Regional de Hof Ashkelon e um prédio foi atingido na zona industrial de Shaar Hanegev.

A Força Aérea de Israel já realizou três ondas de contra-ataques na Faixa de Gaza com a participação de dezenas de aeronaves que atacaram mais de 140 alvos do Hamas.

Na manhã passada, as Forças de Defesa de Israel atacaram mais de 20 alvos militares em complexos do Hamas e um campo de treinamento no início desta manhã, de manhã uma aeronave da Força Aérea de Israel atacou um comando de terroristas que disparou mísseis do sul da Faixa de Gaza para o território israelense.

Três palestinos morreram na Faixa de Gaza. Em um ataque, um ativista do Hamas foi, uma mulher de 23 anos e sua filha, uma bebê de um ano e meio também morreram. Além disso, 12 pessoas ficaram feridas.