Igrejas reclama depois que prefeitura de Jerusalém decide cobrar impostos

Top Banner eTeacher

EM uma decisão relativamente polêmica, o Prefeito de Jerusalém declarou que os moradores de Jerusalém não levarão nas costas as grandes corporações religiosas e nem mesmo os escritórios diplomáticos da ONU na Cidade Santa. A parti de agora, todos deverão pagar imposto predial para continuarem a receber os serviços da Prefeitura de Jerusalém.

As igrejas que são donas de grandes propriedades na Cidade Santa já estão reclamando. A prefeitura decidiu que todos os terrenos e construções que não são utilizados para fins cerimoniais religiosos devem pagar imposto. A Igreja Grega Ortodoxa que é uma das maiores proprietárias na cidade já está reclamando, mas não revela que a maioria de seus imóveis são utilizados para fins comerciais, aluguel de lojas, apartamentos e hotéis.

A Igreja Ortodoxa alega que a mudança de política está ferindo o Status Quo da cidade. O que pagar impostos tem haver com status quo? Por que é que eu como cidadão tenho que pagar impostos e uma igreja trilionária como esta não tem que pagar se eles têm lucros? E sem não tem lucros, que vendam as propriedades e outros posso construir prédios residenciais ou comerciais que dêem lucro e também pagem os impostos. Os moradores de Jerusalém merecem a atitude do prefeito Nir Barkat. Os impostos pagos pelas grandes instituições poderão ser aplicados em grandes melhorias na Cidade Santa.

eTeacher Banner Central
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *