India e Israel fecharam acordo de Bilhões de Dólares

Constantemente ameaçada pelo seu vizinho islamista, o Paskistão, o governo da India está buscando no Estado de Israel soluções para a sua defesa, segundo a imprensa internacional, Narendra Modi e Benjamin Netanyahu, ambos primeiro ministros, deverão se encontrar em Jerusalém neste dia 4-07-2017, o que marcará a primeira visita de um chefe de estado da India ao Estado de Israel.

Além dos laços econômicos agora estão sendo reforçados os laços governamentais e militares entre os dois países que têm uma história em comum de pelo menos 2500 anos quando os israelitas das tribos de Gad,Rubém e Manassés começaram a imigrar para o oriente, no último ano, centenas dos “Filhos de Manassés” pediram para serem repatriados e imigraram para Israel.

Ainda segundo a imprensa internacional, no encontro dos chefes de estado será assinado um acordo onde a indústria militar de Israel exportará sistemas de defesa, dons, mísseis e etc, que ajudarão a India a controlar suas fronteiras, principalmente com o Paquistão, o montante da aquisição ultrapassará muitos bilhões de dólares e visa uma cooperação entre os dois países onde alguns sistemas de defesa serão produzidos pela India afim de gerar empregos para milhões de pessoas no país ao mesmo tempo que diminuirá muito o custo de fabricação para as Forças de Defesa de Israel.

Além de todos os acordos e aquisições, A Força Aérea israelense vai acolher forças aéreas de sete países ainda este ano no maior e mais complexo exercício do aéreo em sua história, e a India também participará este ano.

O encontro entre Narendra Modi e Benjamin Netanyahu marcará os 25 anos de laços diplomáticos entre os dois países e reforça o compromisso da India ao lado de nações democráticas e não islamistas. O Estado de Israel por sua vez reforça os laços com mais um gigante no continente asiático.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *