Israel atacou mais uma vez em Damasco na Síria

Top Banner eTeacher

Damasco na Síria - Segundo informações dos meios de comunicação do país, Israel atacou mai uma vez na Síria, desta vez o alvo teria sido instalações militares do Exército da Síria ao norte da capital Damasco.

É importante salientar que o ataque ocorreu a pouca distancia do complexo governamental da Síria no norte de Damasco, o que sinaliza ainda mais ao governo de Assad que o Estado de Israel não vai recuar.

Em pronunciamento no último fim de semana, o Primeiro Ministro do Estado de Israel, Sr. Benjamin Netanyahu re-afirmou que as Forças de Defesa de Israel(IDF) não vão tolerar o baseamento de forças iranianas na Síria.

A IDF vai continuar realizando operações de prevenção como estas enquanto o governo da Síria insistir em tentar violar a defesa de Israel adquirindo armamento e tropas estratégicas que podem avariar o equilíbrio de forças na região.

Últimas Intervenções de Israel na Síria

No dia 30 de Novembro de 2017, somente alguns dias atrás, Israel atacou ao sul de Damasco uma base que foi restaurada e ampliada para abrigar força iranianas.

Em 2 de Novembro, mais uma vez o Estado de Israel com seu braço forte, as Forças de Defesa de Israel, fizeram uma operação militar cirúrgica cumprindo a promessa de que não vai tolerar atividades iranianas e a produção de armamento estratégico na Síria. Segundo a imprensa internacional, a Força Aérea de Israel destruiu fábrica de armamentos iranianos na Síria.

Em 17 de Outubro de 2017, em um alerta sempre precedentes, Netanyahu declarou para Rússia: Não permitiremos bases do Irã na Síria. A advertência foi feita em uma região entre o  primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu e o Ministro de Defesa da Russia, Sergey Shoygu que está em visita em Jerusalém.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu disse ao ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shweigo, que o Irã deveria entender que Israel não permitiria seu baseamento militar na Síria.

Em 2013 Israel atacou na mesma região um comboio de armas químicas do Governo da Síria sob o comando do Presidente Assad, um verdadeiro criminoso de guerra.

Em 27 de Abril deste ano, a Força Aérea de Israel bombardeou parte do Aeroporto de Damasco, onde havia uma base de armamento estratégico que estava sendo contrabandeando para o Hezbollah no Líbano.

Em 24 de junho deste anos Israel atacou tanks do Exército da Síria após estes terem disparados em direção ao Estado de Israel.

EM 7 de Setembro deste ano, enquanto no Brasil se comemorava a independência do país, Israel destruir fábrica de armas químicas na Síria. Isto veio logo após agências de inteligência do ocidente e o próprio governo americano terem anunciado que o governo do terrorista Assad utilizara novamente armas químicas contra a própria população.

Apesar das constantes ameaças da Síria de revidar seriamente com retaliações pesadas contra o Estado de Israel, o governo de Israel já declarou que não vai recuar e não vai tolerar a influência iraniana na região. Além disso as Forças de Defesa do Estado de Israel já avisaram que toda e qualquer tentativa de produção e contrabando de armas estratégicas serão devidamente eliminadas a todo custo.

Foto ilustração: PixaBay, GoogleMaps

Banner Camisetas Cafetorah
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *