Israel lembra Yitzhak Rabin após 17 anos

Top Banner eTeacher
Curso Herança Judaica do Novo Testamento
Yitzhak Rabin, Bill Clinton e Yasser Arafat

Rabin nasceu em Jerusalém em 1 de março de 1922, durante o Mandato Britânico da Terra de Israel, filho de para Nehemias e Rosa (Née Cohen), dois imigrantes da terceira Aliyah(imigração), a terceira onda de imigração judaica para a Terra de Israel da Europa. Nehemias Rubitzov nasceu na aldeia ucraniana de Sydorovychi perto Ivankiv em 1886. Seu pai morreu quando ele era um menino, e ele trabalhou para sustentar sua família em uma idade precoce. Na idade de 18 anos, ele emigrou para os Estados Unidos, onde se juntou ao Hapoal Sião um partido judaico e mudou seu sobrenome para Rabin. Em 1917, Nehemias imigrou para o Mandato Britânico na Terra de Israel conhecida então como Palestina, junto com um grupo de voluntários da Legião Judaica.

A mãe de Yitzhak, Rosa Cohen, nasceu em 1890 em Mohilev na Bielorrússia. Seu pai, um rabino, se opôs ao movimento sionista e enviou Rosa para uma escola cristã para meninas em Homel, o que lhe deu uma formação geral. Logo no início, Rosa esteve interessada em causas políticas e sociais. Em 1919, ela viajou para a região na Ruslan em um navio a vapor. Depois de trabalhar em um kibutz às margens do Mar da Galiléia, ela se mudou para Jerusalém.

Rabin cresceu em Tel Aviv, para onde a família se mudou quando ele tinha um ano de idade. Em 1940, formou-se com destaque na Escola Superior Agrícola Kadoori e queria ser um engenheiro de irrigação. No entanto, ele participou de vários cursos em estratégia militar no Reino Unido.

Rabin se casou com Leah Rabin (Schlossberg), durante a guerra da independência em 1948. Leah Rabin estava trabalhando na época como repórter de um jornal da Palmach. Eles tiveram dois filhos, Dalia e Yuval. Rabin não era de formação religiosa, de acordo com o diplomata americano Dennis Ross, Rabin foi o judeu mais secular que já conheceu em Israel.

Rabin teve uma carreira brilhante na Palmach, nas Forças de Defesa de Israel e principalmente na política no Estado de Israel. Em 1992, Rabin foi eleito como presidente do Partido Trabalhista, ganhando contra Shimon Peres. Nas eleições daquele ano, seu partido estava focando fortemente a popularidade de seu líder, ele conseguiu uma vitória clara sobre o Likud sob a direção do então primeiro-ministro Yitzhak Shamir.

No entanto, o bloco de esquerda no Knesset só ganhou uma maioria absoluta estreita, facilitada pela desqualificação de pequenos partidos nacionalistas que não conseguiram passar o limite eleitoral. Rabin formou um governo trabalhista liderado pela primeira vez em 15 anos, apoiado por uma coligação com o Meretz, um partido de extrema esquerda, e o Shas, um partido Ultra-Ortodoxo oriental.

Rabin ganhou o Prêmio Nobel da Paz por iniciar as negociações com o líder palestino e terrorista Yasser Arafat, e isto foi o que levou a extrema direita o odiá-lo ainda mais. O clima de incitação a violência contra Rabin estourou em 1995 e cuminou com o seu assassinato em 4 de Novembro, o 12º de Heshvan no Calendário Judaico.

Banner Camisetas Cafetorah
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *