Israel, Uma Nação, um milagre!

Nestes 70 anos do novo Estado de Israel, podem ser ditas muitas coisas, há sépticos, há crentes, porém ninguém poderá negar o fenômeno chamado ISRAEL. Muitos levantarão sua vozes para dizer que tudo não passa de uma invenção americana ou européia, outros dirão que é uma nação artificial no coração de uma grande maioria muçulmana. Mas mesmo diante de tais afirmações, não há como negar o fato de que hoje, após cerca de 2000 anos de história, há um estado judaico no coração do Mundo, formado por peregrinos e refugiados judeus dos quatro cantos da Terra.

Com ou sem relação, lembremo-nos das palavras proféticas do Profeta Ezequiel:

Ezequiel 37
Veio sobre mim a mão do SENHOR, e ele me fez sair no Espírito do SENHOR, e me pôs no meio de um vale que estava cheio de ossos.
E me fez passar em volta deles; e eis que eram mui numerosos sobre a face do vale, e eis que estavam sequíssimos.
E me disse: Filho do homem, porventura viverão estes ossos? E eu disse: Senhor DEUS, tu o sabes.
Então me disse: Profetiza sobre estes ossos, e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do SENHOR.
Assim diz o Senhor DEUS a estes ossos: Eis que farei entrar em vós o espírito, e vivereis.
E porei nervos sobre vós e farei crescer carne sobre vós, e sobre vós estenderei pele, e porei em vós o espírito, e vivereis, e sabereis que eu sou o SENHOR.
Então profetizei como se me deu ordem. E houve um ruído, enquanto eu profetizava; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos se achegaram, cada osso ao seu osso.
E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima; mas não havia neles espírito.
E ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize ao espírito: Assim diz o Senhor DEUS: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam.
E profetizei como ele me deu ordem; então o espírito entrou neles, e viveram, e se puseram em pé, um exército grande em extremo.
Então me disse: Filho do homem, estes ossos são toda a casa de Israel. Eis que dizem: Os nossos ossos se secaram, e pereceu a nossa esperança; nós mesmos estamos cortados.
Portanto profetiza, e dize-lhes: Assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu abrirei os vossos sepulcros, e vos farei subir das vossas sepulturas, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel.
E sabereis que eu sou o SENHOR, quando eu abrir os vossos sepulcros, e vos fizer subir das vossas sepulturas, ó povo meu.
E porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos porei na vossa terra; e sabereis que eu, o SENHOR, disse isto, e o fiz, diz o SENHOR.

Além da promessa Divina de restauração do povo de Israel, Adonai encerra este trecho deixando uma promessa ainda mais surpreendente, o dia em que ele derramaria sobre o seu povo o Espírito, e o povo de Israel, viveria.

Uma das coisas mais impressionantes que pode-se ler no texto é a sincronia assustadora entre a morte e a vida, quando o processo natural de todos os seres humanos é a Vida e a Morte, aqui Adonai, por sua palavra promete ao povo, algo totalmente novo.

Morte e Vida do Mashiach e do Povo de Israel

Algo tremendo que pode ser visto através da profecia messiânica descrita pelo profeta Ezequiel, é a relação maravilhosa entre o Mashiach Yeshua e o Povo de Israel. Ambos são jugados por serem "Filhos do Eterno", Ambos são condenados pelos "povos da Terra", ambos são mortos, e ambos, no início do terceiro dia são ressuscitados por Adonai.

É surpreendente perceber que justamente quando os milhões de judeus estavam indo para as câmaras de gás ou para os fornos afim de serem exterminados, por outro lado, estava se consolidando o renascimento da Nação de Israel na Terra de Israel após dois mil anos de diáspora.

Os judeus foram excluídos do mundo pelos cristãos, pelos muçulmanos e até mesmo pelos humanistas. Foram vítimas de anti-semitismo cruel espalhados por todas as sociedades chamadas cristãs no Mundo. Foram queimados na fogueira católica romana e condenados a morte pelos descendentes do movimento pietista protestante na Alemanha, sob as bases de Lutero e Calvino, os pais da revolução protestante.

O que aparentemente era correto aos olhos humanos, a condenação dos judeus, os "Filhos do Eterno", aparentemente era correto através dos olhos da liderança judaica e romana na Terra de Israel no Primeiro Século da Era Cristã, quando os mesmos condenaram a morte o Filho do Eterno, Yeshua Hamashiach, e ambos, para vergonha da humanidade, loucura para os sépticos, D'us os ressuscitou dos mortos, condenando-os ao juízo e aos crentes concedendo-lhes a salvação.

Sim, Israel é sem dúvida alguma um grande milagre, bem como a ressurreição de Yeshua foi um grande milagre, e agora estamos aguardando, após estes breves 70 anos de história maravilhosa e repleta de dramas, o cumprimento da última parte da grande profecia, o derramar do Espírito sobre este grande exército. Quando olhamos para Israel nos dias de hoje já podemos ver grandes avanços que o mundo inteiro levara séculos, ocorrer aqui em um pequeno número de anos. O renascimento do idioma Hebraico por si mesmo é um fenômeno sem precedentes em todo o Mundo. Os avanços tecnológicos desta pequena nação são invejáveis até mesmo as mais importantes nações do Mundo, a contribuição na ciência, cultura, finanças, medicina e direitos humanos são invejáveis, o que será quando toda a profecia for concluída?

O que será quando Adonai de fato derramar o seu Espírito Santo sobre o seu povo, quão grandes maravilhas veremos sobre a face da Terra.

O Após tolo Paulo nos dá uma dica:

Porque, se a sua rejeição é a reconciliação do mundo, qual será a sua admissão, senão a vida dentre os mortos?
E, se as primícias são santas, também a massa o é; se a raiz é santa, também os ramos o são.
E se alguns dos ramos foram quebrados, e tu, sendo zambujeiro, foste enxertado em lugar deles, e feito participante da raiz e da seiva da oliveira,
Não te glories contra os ramos; e, se contra eles te gloriares, não és tu que sustentas a raiz, mas a raiz a ti.
Dirás, pois: Os ramos foram quebrados, para que eu fosse enxertado.
Está bem; pela sua incredulidade foram quebrados, e tu estás em pé pela fé. Então não te ensoberbeças, mas teme.
Porque, se Deus não poupou os ramos naturais, teme que não te poupe a ti também.
Considera, pois, a bondade e a severidade de Deus: para com os que caíram, severidade; mas para contigo, benignidade, se permaneceres na sua benignidade; de outra maneira também tu serás cortado.
E também eles, se não permanecerem na incredulidade, serão enxertados; porque poderoso é Deus para os tornar a enxertar.
Porque, se tu foste cortado do natural zambujeiro e, contra a natureza, enxertado na boa oliveira, quanto mais esses, que são naturais, serão enxertados na sua própria oliveira!
Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado.
E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, E desviará de Jacó as impiedades.
E esta será a minha aliança com eles, Quando eu tirar os seus pecados.

Romanos 11:15-27

No versículo 15 podemos ler claramente:

"Porque, se a sua rejeição é a reconciliação do mundo, qual será a sua admissão, senão a vida dentre os mortos?"

Isto é tremendo, isto significa que a ressurreição dos mortos está associada a admissão e a conversão do Povo de Israel. Desejamos a ressurreição dos mortos, desejamos a redenção do Mundo, um novo céu e uma nova terra? Então é nosso papel trabalharmos para que os judeus, o Povo de Israel chegue a admissão, ao pleno conhecimento do Mashiach e seu reconhecimento como Redentor e Salvador que tira o pecado do Mundo. Então, esta palavra profética de Paulo se cumprirá, pois o dia da plenitude dos gentios está chegando.

Que todos nós, crentes ou sépticos possamos ver a Israel e chegarmos a mesma conclusão, "O Senhor está realmente com eles, assim como esteve com Yeshua Hamashiach". Amen!

eTeacher Banner Central
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *