Jeremy Corbyn, o líder da oposição britânica é anti-semita e pró terroristas

Top Banner eTeacher

Jeremy Bernard Corbyn, nascido em 26 de maio de 1949, Chippenham de Wiltshire, é um político britânico, atual líder do Partido Trabalhista e líder da oposição na Câmara dos Comuns. É deputado pelo círculo de Islington North desde 1983 e foi eleito líder dos trabalhistas em setembro de 2015. Ele está se revelando como um verdadeiro inimigo do Povo de Israel e dos judeus do Reino Unido em geral.

Corbyn que se destacou-se nos movimentos anti-guerra, anti-nuclear e na defesa dos direitos humanos vive uma vida dupla e um discurso dublo, mas a imprensa inglesa não perdoa e está revelando a podridão de sua ideologia. Após o fracasso dos Trabalhistas nas eleições de 2015 e a renúncia de Ed Miliband como líder da legenda, Corbyn se candidatou e venceu o pleito para a liderança do Partido Trabalhista na primeira rodada com 59% dos votos.

Um auto-proclamado socialista democrático, Corbyn defende a renacionalização de serviços públicos e estradas, reabertura das minas de carvão, combate a evasão fiscal como alternativa à austeridade, abolição da cobrança de mensalidades nas faculdades e restauração das bolsas de estudo, uma política unilateral de desarmamento nuclear e o cancelamento do programa de armas Trident, uso do quantitative easing ("flexibilização quantitativa") para financiar a infraestrutura e projetos de energia renovável, além da reversão de cortes de gastos no setor público e no sistema de assistência social aos mais pobres, em vigor desde o início do governo de David Cameron.

Mas todo este discurso nacionalista não passa de uma forma de ganhar eleições, Corbyn é praticamente um demônio ideológico, fala uma coisa, mas faz outra.

Após o referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia em 2016, parlamentares Trabalhistas fixeram um voto de desconfiança contra Corbyn por 172 votos a 40 após a renúncia de dois-terços do seu gabinete. Em setembro de 2016, Corbyn voltou a vencer uma eleição entre os filiados do partido, com 61,8% dos votos. Ele é um mentiroso com pós graduação em mentiras.

Nas eleições gerais de 2017, o Partido Trabalhista, sob comando de Corbyn, o partido surpreendeu nas urnas e conquistou 40% dos votos ficando com 32 novos assentos na Câmara dos Comuns do Reino Unido. Corbyn está sendo considerado o melhor candidato a substituir o governo britânico nas próximas eleições.

Jeremy Corbyn, pró palestinos e pró-terroristas

Corbyn é membro da Amnistia Internacional, do Movimento pelo Desarmamento Nuclear e do Movimento de Solidariedade com a Palestina. Foi também presidente da Coligação Parem a Guerra, de campanha contra a Guerra do Iraque e a Guerra do Afeganistão, de 2011 a 2015. Corbyn vive em Londres com sua terceira esposa, Laura Álvarez, uma mexicana e importadora de café. Já foi casado outras duas vezes.

Mas o que mais Corbyn desejava esconder, ele jamais conseguiria, primeiro é o seu ódio desenfreado pelos judeus e segundo, sua imensa simpatia pelos terroristas palestinos.
Na foto acima podemos ver Corbyn "resando" com seus amigos terroristas no velório de um do mais cruéis terroristas contra o Povo de Israel, um dos membros do Setembro Negro.

Em um curto clipe, que foi compartilhado pelo usuário do Twitter, The Golem, Corbyn diz que os palestinos na Cisjordânia vivem “sob ocupação do tipo que seria reconhecido por muitas pessoas na Europa que sofreram ocupação durante a Segunda Guerra Mundial, com a interminável bloqueio de estradas, prisão, comportamento irracional dos militares e da polícia.” Corbyn teve a cara de pau de comparar os judeus com os nazistas, o que é inconcebível, já que os judeus foram vítimas dos nazistas. Os judeus não foram somente limitados e proibidos de circular, eles foram massacrados sistematicamente, levados para câmeras de gás, queimados nos fornos, jogados em valas comuns.

A foto acima que foi tirada por um membro da Embaixada Palestina na Tunísia vazou e foi parar no site de notícias Daily Mail. Na foto acima conseguimos entender de onde vem o discurso facista de Corbyn, de onde vem seu ódio incontrolável pelos judeus e Israel, vem dos seus amiguinhos palestinos e islamistas. Agora todo mundo já sabe quem ele é, um servo de Satanás que vendeu sua alma para o inimigo do povo de Israel. Gente como Jeremy Corbyn, se não se arrepende, queima no fogo do inferno.

Banner Camisetas Cafetorah