Milhares de sírios continuam na fronteira e Israel envia médicos

Médicos - Mesmo apesar da complicada situação junto a fronteira com o Estado de Israel em que centenas de milhares de sírios se acumulam na região fugindo das mãos assassinas de Bashar Al-Assad e da Rússia, o Estado de Israel continua estendendo as mãos.

Além de centenas de toneladas de ajuda humanitária para os refugiados da Síria, o Estado de Israel está colocando a disposição dezenas de médicos das Forças de Defesa de Israel para cuidar da população.

O Estado de Israel deixou claro que não vai permitir uma entrada em massa de sírios do país, mas que vai estender as mãos e cuidar dos que precisam de cuidados médicos.

Ao contrário do governo da Síria, cujo único objetivo é massacrar a população no sul do país, o Estado de Israel tem o prazer de estender as mãos, pois sabemos que se não o fizermos, não seremos diferentes daqueles que são nossos inimigos. Milhões de judeus perderam perderam suas vidas por que ninguém foi capaz de estender a mão para o povo de Israel quando mais precisava, durante a Segunda Guerra Mundial.

Como forma de pressionar a Síria a não forças os refugiados a invadirem o Estado de Israel, as Forças de Defesa de Israel determinaram um alerta geral e mobilizaram centenas de tanques para a fronteira junto com a Síria. De acordo com o cessar-fogo entre os países, o Exército da Síria não pode entrar na área neutra do cessar fogo, esta região deve estar desmilitarizada. É por este motivo que os refugiados da Síria escolheram se abrigar neste local, sabendo que qualquer violação será respondida por Israel com fogo pesado.