Museu das Terras Bíblicas em Jerusalém

Top Banner eTeacher

Este pequeno museu abriga um acervo bastante variado, não somente de artefatos encontrados no Estado de Israel, mas também muitos outros encontrado em regiões distantes como no Egito, Síria, Mesopotâmia, Turquia, Georgia, Armenia, Sudão, Etiópia e a lista é bem grande.

Bible_Lands_Museum_Jerusalem (1)

Ao descer as escadas para o primeiro nível do Museu, os visitante deslumbra três sarcófagos antigos que são as representações das quais, segundo as escrituras sagradas, deram origem a toda a humanidade, os três filhos de Noé, Sem(Shem), Cão(Kham) e Jafé(Yafet), cada um deles da região para onde foram os filhos de Noé.

Ao fundo pode-se ver um grande mapa que além de mostrar as divisões da terra conforme as Escrituras Sagradas, o visitante ainda pode ver alí as jornadas do Patriarca Abraão desde Ur dos Caldeus até a Terra de Canaã e posteriormente o Egito, tudo conforme a linha do tempo que pode ser vista ali.

No Museu das Terras Bíblicas ainda pode-se ver representações arqueológicas importantes que nos contam a história dos primeiros dias da humanidade que ali estão divididos nas seguintes galerias:

  1. De Caçadores para Coletores e Vilarejos Fixos
  2. O Amanhecer da Civilização - os primeiros assentamentos urbanos da humanidade
  3. Comunicação através de símbolos - conhecendo o uso dos selos no Oriente Médio desde 6500 anos atrás
  4. O Desenvolvimento da Escrita - passando pela escrita cuneiforme, os hieroglifos e por fim o Alef-Beit (alfabeto)
  5. O Mundo anterior aos patriarcas de Israel - conhecendo o terceiro milênio AC
  6. O Templo Sumeriano - conhecendo o mundo espiritual, a idolatria e os templos na cidade de Ur dos Caldeus no sul da Mesopotâmia
  7. O Império do Egito Antigo - conhecendo a importância da vida após a morte na cultura egípcia, incluindo maquetes de templos e das pirâmides
  8. O Período das Guerras - nesta galeria você poderá ver os instrumentos de guerra, e descrições de como eram os combatentes nas mais diversas regiões no Oriente Próximo
  9. O Período dos Patriarcas - aqui pode-se ver detalhes sobre o período de Abraão na Terra de Canaã, e até mesmo uma escultura sem a cabeça de Ramsés, o faraó, com o nome dos inimigos debaixo de seus pés
  10. Israel no Cativeiro do Egito - nesta exposição podem ser vistos detalhes do período no novo reino do Egito, segundo se pensa, o período do cativeiro e da saída dos filhos de Israel dali, com muitos artefatos tanto do Egito quanto da Asia Menor e do Levante
  11. Os Povos do Mar - por volta do século XIII AC, juntamente com o Povo de Israel, instalaram-se na região outros povos, eles eram chamados de povos do mar, entre eles o meio inimigo de Israel, os filisteus
  12. A Vinda dos Parasim - por volta dos século XII AC eles vieram do oriente para a região da Pérsia e formaram um grande reino, o reino de Elão, aqui pode-se ver os detalhes de sua cultura e história
  13. Pilares de Aram - por volta do século X AC surgiram as primeiras cidades estados dos Arameus na região da Síria como Aram Zuba, Aram Beit Rehov e Aram Damasco, aqui podem ser vistos detalhes de peças decorativas deste período
  14. Israel entre os Povos - nesta galeria pode-se conhecer sobre o povo de Israel entre os povos após a conquista de Canaã, a formação do Reino de Judá, o Reino de Israel, sua unificação e divisão e a riqueza dos povos naquele período
  15. Os Assírios e a Babilônia - a exposição mostra artefatos da região da Assíria e comprovações arqueológicas sobre a metodologia de transferência de povos para o cativeiro
  16. A Glória da Pérsia - o império persa conforme descrito no Livro de Ester, neste período os judeus receberam autorização para voltar e reconstruir Jerusalém
  17. O Mundo Helenista - a exposição mostra a influência helenista sobre os judeus, sua opressão e libertação das mãos deles pelos Macabeus
  18. Judah e Roma - aqui podem ser vistos artefatos do período em que a Judeia se tornou um reino sobre o julgo dos Romanos até o período em que passou a ser uma província romana com a destruição do Templo de Jerusalem em 70 DC.
  19. O Egito Romano e Copita - aqui pode-se ver o prelúdio da cultura do império do Egito sob a poder romano, aos poucos, com a entrada do cristianismo na região cessaram até mesmo a mumificação dos mortos, marcando assim o final da tradição que era preservada por milênios
  20. A Mesopotâmia Sassânida e o Talmude Babilônico - durante o império Sassânida o judaísmo se desenvolveu muito ao sul da Mesopotâmia. e dali surgiu o Talmude Babilônico que é conhecido e utilizado pelos judeus até os dias de hoje

O Museu das Terras Bíblicas em Jerusalém é uma excelente opção para quem está em Jerusalém e não deseja viajar para os outros países e mesmo assim conhecer o que a Arqueologia Bíblica têm a nos revelar sobre as Escrituras Sagradas e seu fundo histórico e cultural.

SOFER_001r (1)

eTeacher Banner Central
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *