O preço da PAZ com palestinos. 5 mortos em uma família e 3 órfãos.

Top Banner eTeacher

Ontem a noite, em uma vila judaica na Samaria, um número incerto de terroristas entraram em uma casa pulando uma cerca eletrônica que não funcionou provavelmente por causa das chuvas, matando a maioria dos familiares, o Pai, a Mãe, um filho de 11 anos, um do meio e mais um bebê de 4 mêses foram cruelmente esfaqueados até a morte.

O ataque em Itamar, também chamado de massacre de Itamar, foi um ataque a uma família judaica no assentamento israelense de Itamar na Cisjordânia que ocorreu em 11 de março de 2011, na qual cinco membros da mesma família foram assassinados em suas camas. As vítimas eram o pai Ehud Fogel, a mãe Ruth Fogel e três de suas seis crianças - Yoav, de 11 anos, Elad, 4 anos e Hadas que era apenas um bebê de três meses de idade. A criança foi decapitada.

Deus provê um milagre mesmo diante de tanta crueldade humana.

Mesmo diante deste ato absurdo de seres humanos que perdem o sentido da vida e são usados pelas mãos de Satan, Adonai provê milagres difíceis de se explicarem. O atentado foi descoberto pela filha mais velha do casal, com apenas 12 anos que ao chegar em casa, encontrou uma cena terrível, sangue e morte por todo lado.

Por um grande milagre, duas outras crianças de apenas 6 anos e 3 anos de idade que se encontravam em um cômodo lateral, não foram mortas, isto devido ao fato dos terroristas terem esquecido provavelmente de verificar toda a residência.

Medo de Vingança

As autoridades de Israel estão apreensivas devido as constantes ameaças dos colonos de que qualquer ato de violência por parte dos palestinos será revidado com grande severidade. Ainda ontem, após o atentado, colonos foram para as estradas e começaram a apedrejar carros de palestinos que as cruzavam.

A população judaica na Samaria e na Judéia está "cansada" se estar "debaixo da lei" de Israel somente quando o governo deseja desocupa-los em troca de "PAZ", e crescem os atos de revanchismo por parte da população de Israel que vive nos territórios considerados árabes.

Benjamim Netaniyahu: Esperamos a ajuda da Autoridade Palestina na prisão dos responsáveis.

Ainda ontem já foram presos 20 suspeitos de envolvimento no caso do massacre cruel, mas por enquanto estão detidos apenas para interrogatório, a polícia ainda não declarou saber quem foram os responsáveis.

Braço Forte, a resposta que os árabe entendem

Não são poucos os que em Israel, e principalmente nos antros da direita que declaram de que os árabes, infelizmente somente entendem uma política e um idioma, o da força, quanto mais força melhor. Políticos de direita declaram que quando mais próximo a PAZ, mais o povo de Israel sofrerá com atos de violência, o que pode ser notado justamente após o acordo de Oslo, em 1995.

Após a assinatura do acordo entre Ytzhak Rabin e Yasser Arafat, estourou em Israel uma onda de violência e atentados sem precedentes, justamente quando estavam mais próximos de assinarem um acordo definitivo de PAZ.

eTeacher Banner Central
1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] O preço da PAZcom palestinos. 5 mortos em uma família e 3 órfãos. […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *