O rabino Steinman, um dos líderes do público judaísmo ultra-ortodoxo, faleceu aos 104 anos

Top Banner eTeacher

Judaísmo ultra-ortodoxo - Aharon Yehuda Leib Shteinman, um dos maiores rabinos no judaísmo ortodoxo ashkenaziti faleceu hoje em Israel.

O rabino lituano sênior, um líder do público ultraortodoxo, faleceu hoje aos 104 anos e seu sepultamento será ao meio dia, milhares irão ao velório.

O rabino, que era um líder do partido do Judaísmo da Torá Unida, preferiu dedicar seu tempo ao estudo da Torá, mas sua influênciava sobre movimentos significativos das partes ultra-ortodoxas.

Espera-se que centenas de milhares participem de seu funeral às 12:00.

Aharon Yehuda Leib Shteinman nasceu e cresceu em Brest(Brisk), que era parte do Império Russo. Ele estudou na Yeshiva Imrei Moshe, liderado pelo rabino Moshe Skolovsky, em Brest, e participou de Shiurim (palestras da Torá), dada pelo rabino Yitzchok Zev Soloveitchik, o Rav de Brisker. Ele também estudou em Kletzk sob a direção do rabino Aharon Kotler.

Ao chegar na idade de alistar-se em 1937, ele estava sujeito recrutamento polonês, uma vez que Brest estava sob o controle do estado polonês recém-criado no rescaldo da Primeira Guerra Mundial. Ele e seu amigo próximo, o rabino Moische Soloveitchik (um neto do rabino Chaim Soloveitchik) tentaram impedir o alistamento fazendo greve de fome, mas foram declarados aptos a servir mesmo assim.

Os dois fugiram com outros estudantes de Brisk para Montreux, na Suíça, onde retornaram ao estudo da Torá na Yeshiva Etz Chaim. Com o início da Segunda Guerra Mundial, os dois se tornaram refugiados de guerra e foram presos no campo de trabalho de Schonenberg perto de Basileia, onde quase todos os presos eram praticantes da Torá. Shteinman e seu amigo foram colocados em trabalhos forçados, construindo estradas, mas devido ser magro e de baixa estatura, ele foi dispensado do trabalho manual e atribuído a um trabalho de escritório.

Shteinman era o único membro de sua família a sobreviver à guerra. Enquanto ainda na Suíça, ele se casou com Tamar(Tema) Kornfeld, filha do rabino Shammai Shraga Kornfeld de Antuérpia. Ela tinha sido enviada para a Suíça da Polônia para tratar de seus problemas respiratórios e também se tornou uma refugiada quando a Segunda Guerra Mundial iniciou. O casal teve quatro filhos.

Shteinman era conhecido por seu estilo de vida extremamente modesto. Seu apartamento na Rua 5 de Chazon Ish em Bnei Barak, foi vagamente decorado e não foi pintado por muitos anos. Até 2014, ele dormia no mesmo colchão fino que havia recebido da Agência judaica quando chegou a Israel no início da década de 1950.

Durante seus primeiros anos em Israel, Shteinman e sua família moravam em Kfar Saba; seus filhos foram enviados para um quarto em Petah Tikva. Eventualmente eles se mudaram para Bnei Brak, onde ele dirigiu o Ponevezh Kollel. Em 1955, o Ponevezher Rav, Rabi Yosef Shlomo Kahaneman, abriu a yeshivah ketanah de Ponevezh, chamada de Ponevezh L'Tzi'irim, e pediu a Shteinman que sirva como Rosh Yeshivah junto com o Rabino Michael Yehuda Lefkowitz. Shteinman parou de dar seu shiur regular em 1998, mas manteve o título de rosh yeshiva. Ele também foi Rosh Yeshiva da Yeshiva Gaon Yaakov, que é liderado por seu genro Rabi Zev Berlim.

Shteinman também foi o autor de uma série popular de kuntresim (panfletos) sobre assuntos da Torá, como emunah(fé), chinuch(educação) e hashgacha(Divina providência). Os panfletos são baseados em shiurim(palestras da Torá) que ele começou a dar aos alunos de Ponevezh Kollel em sua casa em 1994 e em shmuessen (negociações éticas) que ele começou a dar aos alunos em Yeshivas Gaon Yaakov em 1978. Estes variavam em tamanho de 24 para 100 páginas, os panfletos rapidamente eram vendidos. Uma tradução em inglês de muitos desses assuntos foi publicada em 2013 pela Libreria de Israel sob o título Leading with Love: Orientação para a nossa geração de Maran Harav Aharon Yehudah Leib Shteinman Shlit" sobre a Torah, Emunah, Chinuch, o lar e muito mais.

O Rabino Aharon Yehudah Leib Shteinman faleceu hoje aos 104 anos, ele foi considerado um dos maiores rabinos desta geração.

Banner Camisetas Cafetorah
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *