A odisséia dos brasileiros em Israel

Top Banner eTeacher

Brasileiros em Israel- A crise no Brasil levou brasileiros à imigrar para Israel. Mais de 700 imigrantes do Brasil chegaram ao Estado de Israel em 2016. Em 2017 foram cerca de 1000 imigrantes brasileiros, este anos o recorde poderá ser batido novamente.

"A comunidade judaica brasileira é uma comunidade calorenta e sionista com fortes laços com Israel", disse o presidente do Executivo da Agência Judaica para Israel, Natan Sharansky, que esteve no Brasil em 2016 e se encontrou com a comunidade judaica local.

"Desde o estabelecimento de Israel, mais de 15 mil judeus brasileiros já imigraram para o Estado de Israel. Eles para o caráter e a força nacional do Estado Judaico".

O aumento na Aliyah do Brasil está ocorrendo no meio de uma crise econômica no país, e muitos estão dispostos a fazer quase tudo para chegar em um país melhor, incluindo Israel. Em conversa com diversos brasileiros no Brasil e aqui em Israel, fica claro que muitos desejam vir não somente por questões financeiras, mas principalmente ideológicas.

De um forma geral, os judeus e seus descendentes estão bem economicamente falando em termos de Brasil, e quando chegam a pensar na imigração este é o primeiro aspecto que os leva a uma decisão. Em relação aos não judeus, os cristão, seu desejo é mais ideológico ou espiritual. Eles buscam suas raízes espirituais, os valores morais, valores nacionalistas, algo que no Brasil parecem ter perdido faz muito tempo.

Um artigo muito interessante de Daniela Kresch para a BBC toca na questão da transformação social e adaptação que centenas de brasileiros têm que fazer para sobreviver em sua nova pátria. Mas de uma forma geral, após anos vivendo na Terra Santa, parece que ninguém quer voltar mais para o Brasil.

Mais detalhes sobre este artigo leia aqui:
De publicitária a balconista: A vida dos imigrantes brasileiros que trocaram vida de privilégios para morar em Israel, por Daniela Kresch para a BBC.

Minha experiência pessoal, um sucesso na imigração

Quando cheguei ao Estado de Israel em 1996, vim por questões espirituais e ideológicas, trabalhava em uma agência de publicidade como Designer. Quando cheguei aqui fui extremamente abençoado e muita gente foi usada por D'us para nos abençoar. Eles nos ajudavam procurando empregos, trazendo-nos informações, e até mesmo em questões de fiança para alugar imóveis. Não tínhamos nenhum parente ou amigo para nos ajudar que falasse português. Porém, hoje, olhando para trás, penso que isto não foi uma desvantagem, foi na realidade uma grande vantagem.

Quando chegamos era somente eu e minha esposa, a falta de pessoas falando português e as dificuldades com o inglês somente nos impulsionaram com os estudos do Hebraico. Tanto que em menos de dois meses ambos estávamos trabalhando. Eu iniciei como designer em uma agência de publicidade em Haifa e logo comecei a tomar a frente diversos projetos ligados a produção de mídia. Meu salário dobrou em um ano. Depois de dois anos fui convocado para servir ao exército e comecei a avançar, estudando programação de Web. A partir das as portas para o Mundo da Tecnologia começaram a se abrir.

Em 1999 comecei a trabalhar em uma primeira empresa de tecnologia no ramo de Internet, em 2000 fui convidado para uma Multinacional e desde então, nunca parei. Em 2004 iniciei o site Cafetorah.com que vem crescendo cada vez mais nos últimos anos. Além de trabalhar no setor tecnológico abri uma empresa que se chama Israel Agency, especializada em produção de Websites e Aplicativos para Mobiles. Produção de Mídia e Conteúdo, e a nossa renda praticamente triplicou nestes anos. Resumindo, após mais de 20 anos no Estado de Israel, nossa família se formou, avançamos profissionalmente. Expandimos nossos negócios. Abençoamos muitas organizações sociais com trabalho voluntário. E agora, estamos avançando afim de expandir nossas atividades, cooperação com outras empresas e organizações, aumento das atividades conjuntas entre Brasil e Israel.

Creio verdadeiramente que o sucesso que nos foi concedido não foi por acaso. Isto foi o resultado da obediência ao chamado Divino para retornar a terra dos meus ancestrais, simplesmente fomos agraciados em bençãos sobre bençãos. Creio que se a sua intensão não é econômica ou social, mas sim espiritual, seja qual for o resultado, a satisfação pessoal sempre será muito mais elevada do que as questões financeiras ou sociais. Israel não é um país fácil, é um país para quem o ama.

Brasileiros em Israel - Oportunidades de Trabalho em Israel

Os Brasileiros em Israel precisam se adaptar ao mercado, e nem sempre é fácil receber uma oportunidade em sua profissão. Existem diversos setores onde pode-se conseguir um trabalho em Israel, os setores mais carentes de trabalhadores são os da agricultura e da construção civil, porém existem muitas outras áreas carentes e tudo vai depender do contato com bons empregadores que estejam dispostos a investir não somente no seu salário mas na legalização de sua situação mediante as autoridades.

Além de trabalhos como este, há uma grande deficiência no setor tecnológico, que apesar de ser o mais desenvolvido do país, está sempre em déficit, absorvendo cada vez mais profissionais no ramo. Sermos brasileiros em Israel, por mais anos que tenham passado, nunca nos tornará 100% israelenses, mas se há um lugar receptivo aos estrangeiros, sem dúvida Israel é este lugar.

Nos últimos dias, um dos chefes dos sindicatos dos trabalhadores de transporte anunciou que por causa do grande déficit de motoristas profissionais para ônibus e caminhões, o sindicato fará pressão para que o governo libere a importação de trabalhadores principalmente para o setor de transporte de caminhões.

Abaixo está uma seleção de recursos para a busca de oportunidades de emprego como um estrangeiro.

Sites de procura de emprego e classificados, para brasileiros em Israel e israelenses também

Procura de Empregos para Brasileiros em Israel - Com os sites abaixo, você pode esperar para obter uma taxa de resposta de 0,5 a 1,0% (pessoas que vão responder de volta para você a quem você enviou o seu aplicativo / CV.) No entanto, encorajo-vos a dar esses sites uma tentativa porque você nunca sabe o que você vai vir para cima com ou quais as ligações que você pode fazer a partir de um simples e-mail ou aplicativo.

All Jobs: site de busca de emprego popular em Israel.
Job Net: Outro site de procura de emprego popular em Israel.
Indeed: Site americano de procura de emprego grande Indeed.com.
CareerJet: Eu tenho certeza que você está familiarizado com Careerjet.
Learn 4 Good: Tem uma inclinação para trabalhos de ensino, mas eles têm empregos em outros setores.
Portais de emprego no exterior e Expat

Overseas Jobs: Eu acho que muitas vezes há sobreposição significativa entre as postagens neste site e de outros sites. No entanto, este site tem sido em torno de um tempo limitado.
Go Abroad: Eles têm um bom portal de emprego também.
Linkedin: Por último, mas não menos importante, esta enorme rede social profissional é um recurso para a construção de contatos no campo e localização de seu interesse.
Lá você tem os melhores lugares para encontrar postos de trabalho em Israel como um estrangeiro. Para obter informações sobre vistos para Israel, não se esqueça de verificar minha página de visto Israel.

Colaboração: Jarbas Aragão, Gospel Prime

Foto: Unsplash.com

 

Banner Camisetas Cafetorah
7 respostas
  1. Ailton Rodrigues de Souza
    Ailton Rodrigues de Souza says:

    Muito interessante este artigo sobre a odisseia dos Brasileiros em Israel. Mexeu profundamente comigo pois há anos o sonho em morar em ISRAEL. Como ou se isso se tornará real, cabe a D’us. Shalom.

    Responder
  2. Marlene R. J . Braun
    Marlene R. J . Braun says:

    Gostei muito de ler suas experiencias em Israel e como ouviu o chamado para voltar a terra amada e como o Pai tem abençoado . Tem muitos que estão sendo chamados a voltar más não sabem como ,pois não é fácil principalmente se não sabe o hebraico . Eu não conhecia nada sobre as tribos de Israel até que um dia de madrugada ouvi uma vós que me dizia que eu era efraimita , eu falava não sou , más continuou falando que eu era efraimita . Fui pesquisar e vi as profecias de levar as tribos de volta a Israel , para se tornar uma grande nação . Eu nunca esperava isso que aconteceu, pois nunca pensei que pudesse fazer parte de um povo escolhido desde o principio . Continuamos nossa vida e há algum tempo tive um sonho que eu , meu marido e meu filho fomos levados há uma terra e tinha uma casa e uma vós falou assim como prometi para vossos pais que os traria de volta a esta terra e prometi para vc que te traria e a trouxe aqui . Estamos orando , pois para mudar para um outro pais não é fácil . Já fomos lavradores e hoje ele é pedreiro e eu costureira , meu filho trabalha com site . Se puder nos aconselhar como fazemos para ir morar lá agradeço .

    Responder
  3. Giovana Reis
    Giovana Reis says:

    Parabéns queridos. Gente corajosa. Não é fácil morar como imigrante em outros países.
    Mas, é necessário ,antes de apelar para o nacionalismo ufanista. E, confiar em podero
    rosos terrenos. Confiemos, morando em qualquer lugar,na espiritualidade superior e na
    divindade do Senhor , D ùs. Temos conhecidos e parentes íntimos em outros países.
    Jesus, o Cristo, fora expurgado até de seu povo na sua época, era. Hoje, não é diferente
    a idolatria , a ambição ainda está na Terra. Que será transformada em novo ciclo para ter
    ra regenerada. Somente a habitarão, seres evolvidos, pacíficos na alma, a força anímica.
    Crenças falsificam a verdadeira fé no Divino em nós e em toda parte. Amemo -nos uns
    aos outros como a nós mesmos. Em espírito e verdade. É lei , o que estamos a passar,
    e o que ainda virá de tribulações. O desapego é essencial , façamos todos os dias um
    exame de consciência. Se os desejos ainda nos tornam apegados , e não nos deixa evol
    vermo -nos ao Criador Divino e ao espírito santo pentecostal.

    Responder
  4. Mais Um Oleh em Crise
    Mais Um Oleh em Crise says:

    Comunidade brasileira? Isso não existe. O que existe é gente tentando te prejudicar, brazuka no exterior não ajuda ninguém, em Israel não é diferente. Só informações falsas, golpes, depressão, fofocas, mentiras, e muita inveja… Quer dar certo na sua alyah? Fuja de brazukas. Só isso: o resto é fácil!
    Eu tenho mais medo de brazuka do que de terrorista muçulmano.
    Leiam Memórias do Oleh Chadash – um exemplo do que acontece com quem se mistura com brasileiros em Israel. – o melhor livro já escrito sobre alyah. Ah…. Brazukas não leem livros…. já ia me esquecendo… brazukas são sempre faxineiros, shomer na porta de supermercado, coisas assim.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *