Palestino assassinou israelense grávida

, ,

Palestino assassinou israelense grávida - Mais uma vez um crime hediondo cometido por um muçulmano contra uma israelense, não basta o ódio gratuito, eles ainda ficam noivos ou se casam, tem filhos juntos e depois massacram suas vítimas.

O Corpo de Michal Halimi, moradora do vilarejo Geva Binyamin na região montanhosa de Benjamin, que estava grávida de oito meses, foi descoberta na semana passada nas dunas de areias na região da cidade litorânea de Holon, as informações foram divulgadas quando seu marido foi em juiz nesta manhã.

Seu marido, Mohammed Harof da cidade palestina de Nablus, antiga Siquém bíblica, foi preso por suspeita de assassinar sua esposa. Ele reconheceu o assassinato, disse que a estrangulou e atirou pedras contra sua cabeça, o que foi confirmado pelo laudo médico.

"Eu queria libertar prisioneiros", disse o acusado no tribunal, ele ainda se esperneou no tribunal, agredindo verbalmente e chutando um dos carcereiros, adicionou dizendo: "Eu quero matar todos os judeus!".

Mohamad Haruff é um monstro endemoniado que tudo o que deseja é assassinar inocentes, ele nega terem sido noivos ou terem uma relação romântica, mas as investigações revelaram que ele está mentindo, postagens nas redes sociais revelam relações românticas e íntimas. Creio que ele na realidade se aproximou da vítima, ganhou sua confiança e esperou o momento oportuno para esmagar sua presa. Diante das discussões em Israel sobre a possibilidade de aplicar-se a pena de morte, creio que Haruff seria um dos primeiros candidatos, pessoas como ele são extremamente perigosas para a sociedade em geral. É importante salientar que a mulher estava grávida de 8 meses, esperando um filho de Mohammed Harof, mesmo assim isto não foi o suficiente para ele pensar duas vezes em não cometer este assassinato dublo cruel.

A pergunta que se faz agora é qual tipo de crime este deve ser considerado, terrorismo, assassinato comum ou crime passional? Que Adonai tenha misericórdia do povo de Israel e livre suas jovens de continuarem caindo nas teias destes monstros cruéis.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *