Pressão contra Rússia forçará Irã abandonar a Síria?

Top Banner eTeacher

Segundo um longo artigo publicado no The New Yorker, um conceituado jornal americano, tudo indica que a resposta é positiva.

Em um longo artigo publicado no jornal popular, o autor do artigo descreve que Israel, Arábia Saudita e a pressão contínua Comunidade Européia exercida sobre a Casa Branca para chegar a um acordo com Moscou para o fim da guerra civil na Síria, deixando regime Assad no lugar, e a retirada das sanções em troca da retirada das forças iranianas do país.

A pergunta é, será que a Rússia tem realmente este poder de influência sobre o Irã?

O artigo descreve que o movimento foi liderado principalmente pelo príncipe saudita Salman bin Hamad bin Isa Al Khalifa, aumentou significativamente os investimentos do país na Rússia e desenvolveu uma relação próxima com o presidente Vladimir Putin.

O artigo também alega que os diplomatas israelenses trabalharam muito para a reconciliação entre Moscou e Washington após a eleição do presidente Donald Trump, e os mesmos teriam oferecido retirar as sanções contra Moscou, impostas no auge da crise na Ucrânia, para garantir a saída dos iranianos da Síria.

O artigo também observou que os especialistas que avaliam tal acordo, disseram que isto é um tanto improvável nesta fase, principalmente porque que a Rússia não tem capacidade real, talvez não queria garantir a despesa real das forças iranianas do país.

Enquanto se espera que o encontro entre Putin e Trump se aproxime em breve e a guerra civil na Síria chegue ao fim, como uma janela de negociações e de oportunidade está se fechando a cada dia que passa.

Infelizmente, os líderes do Mundo não entendem que alimentar as guerras pode ser um ato econômico bastante lucrativo, mas a longo prazo é extremamente destrutivo, não somente para aqueles que a queriam, quanto para aqueles que não queriam. Ninguém lucra de fato com uma guerra e o preço mais pesado quem paga são os cidadãos comuns.

Fonte: IsraelHayom, YnetNews, The New Yorker

Banner Camisetas Cafetorah