Shofar de Antílope Usado na Festa de Rosh Hashanah

Rosh Hashanah - A Celebração do Ano Novo Judaico

Esta é uma das festas mais importantes no mundo judaico. Sua origem está na Torah e ela marca o primeiro dia do Ano Novo judaico. Sendo que no passado era conhecida somente como Assembléia Solene ou Festa das Trombetas.

O Toque do Shofar na sinagoga é um dos eventos principais, e ele pode ser ouvido praticamente em todas a cidades judaicas em Israel.

Festa do Toque das Trombetas - Dia do Encerramento da Criação do Mundo

O mês de Tishrei é o sétimo no calendário judaico, isto pode parecer estranho, pois Rosh Hashaná(Cabeça do Ano, tradução literal). O Novo Ano, é no primeiro e segundo dia de Tishrei. A razão é que a Torá fez o mês de Nissan o primeiro do ano foi para enfatizar a importância histórica da libertação do Egito. Isto acontece no décimo quinto dia daquele mês, e que assinalou o nascimento de nossa nação. De acordo com a tradição judaica, Adam (Adão) e Chava (Eva) foram criados no primeiro dia de Tishrei. Isto foi o sexto dia da Criação, e é a partir deste mês que o ciclo anual se inicia. Por isso, Rosh Hashaná é celebrado nesta época.

Rosh Hashaná (em hebraico ראש השנה , literalmente “cabeça do ano”) é o nome dado ao ano-novo no judaísmo. Dentro da tradição rabínica, o Rosh Hashaná ocorre no primeiro dia do mês de Tishrei. Tishrei é o primeiro mês do ano no calendário judaico rabínico e sétimo mês no calendário bíblico. A Torá refere-se a este dia como o Dia da Aclamação (Yom Truá Levítico 23:24). Os judeus caraítas seguem esta data mas não o consideram como princípio do ano. Há doze meses no calendário judaico bem como há doze Tribos em Israel.

Cada mês do ano judaico tem sua Tribo representada

O mês de Tishrei é o mês da Tribo de Dan o que é bastante simbólico, pois quando Dan nasceu, sua mãe Lea teria dito: “Deus julgou-me e também atendeu à minha voz.” Dan e Din (Yom HaDin ou seja, o Dia do Julgamento) ambas as expressões são oriúndas da mesma raiz, simbolizando que Tishrei é a época do Julgamento Divino e do perdão.

Rosh Hashanah na literatura rabínica

Na literatura rabínica diz que foi neste dia que Adão e Eva foram criados. Neste mesmo dia pecaram ao tomar da árvore do conhecimento do bem e do mal. Também teria sido neste dia que Caim teria matado seu irmão Abel. Não no mesmo ano é claro. Por isto considera-se este dia como Dia de Julgamento (Yom ha-Din) e Dia de Lembrança (Yom ha-Zikkaron). Este é o início de um período de instrospecção e meditação de dez dias ( Yamim Noraim). Este período culminará no Yom Kipur, um período no qual se crê o Criador julga os homens.

Shofar de Chifre de Carneiro Usado em Rosh Hashanah

Shofar tradicional utilizado pelos judeus desde a antiguidade era de chifre de carneiro como o que está na foto acima

A comemoração é efetuada durante os dois primeiros dias de Tishrei conforme o costume pós-exílico. Isto é para garantir a comemoração no dia correto nas comunidades da Diáspora.

A celebração começa ao anoitecer na vespéra com o toque do shofar. É costume se comer certos alimentos representativos durante o Rosh Hashaná como maçãs com mel e açúcar para representar um ano doce.

Durante a tarde do primeiro dia se realiza o tashlikh, um costume de recitar-se certas preces e jogar pedras ou pedaços de pão na água como um símbolo da eliminação dos pecados.

Dia da Coroação de ADONAI

Segundo a tradição judaica, neste dia Deus teria completado sua obra criando o Homem e a Mulher. Neste mesmo dia, todos os exércitos dos céus teria coroado a Adonai como o seu REI. A coroação seria o motivo pelo qual devem ser utilizados o toque de trombetas e as vestimentas nobres. Esta idéia pode ser vista de forma ampla nos livros Talmud Babilônico e no Messerht Rosh Hashaná.

"א"ר ]=אמר רבי[ יהודה משום ]=מאת[ ר"ע ]=רבי עקיבא[ ... אמר הקדוש ברוך הוא: ... 'אמרו לפני בראש השנה מלכיות זכרונות ושופרות'. מלכיות - כדי שתמליכוני עליכם; זכרונות - כדי שיעלה זכרוניכם לפני לטובה; ובמה? בשופר".

De acordo com o texto acima de Rabi Akiva Deus teria dito: "Digam-me em Rosh Hashan Memorial de Coroação para que me Coroem sobre vós e vos faça bem, e em que? No toque do Shofar."

Dia da Criação

O Rabino Sadya Gaon recita a ligação deste dia com o dia da Criação do Mundo:

"מפני שהיום תחילת הבריאה, שבו ברא הקב"ה העולם ומלך עליו, וכן עושים המלכים בתחילת מלכותם שתוקעין לפניהם בחצוצרות ובקרנות להודיע ולהשמיע בכל מקום תחילת מלכותם, וכן אנו ממליכים עלינו את הבורא יתברך ביום זה... ועוד מעשה אחר עשו; כיוון שראו מעמדם זה בראש השנה כמעמד טבעי וממשי של הכתרה, אמרו בלבם שדרכו של מלך בשעה שנותנים עטרה בראשו, שאומרים לפניו דברים מעניין היום"...

"Por que hoje é o começo da Criação em que o Eterno criou o Mundo e Reinou sobre ele. Por isso, cumprem os reis no começo de seus reinados onde eles tocam diante do povo as trombelas e os chifres afim de avizar e soar em todo lugar o seu reino. Assim nós fazemos reinar sobre nós ao Criador que é abençoado neste dia... a ainda um feito cumpriram, pois assim como sua posição neste dia é um tanto natural e real a coroação. Digam em vossos corações os caminhos do rei no momento em que o coroam e digam coisas a respeito deste dia..."

O Reino Eterno de Adonai

Até mesmo na oração de Rosh Hashaná há uma expressão do reino do Eterno:

"ותמלוך אתה הוא ה' אלוהינו מהרה לבדך על כל מעשייך, בהר ציון משכן כבודך, ובירושלים עיר קודשיך... אלוהינו ואלוהי אבותינו, מלוך על כל העולם כולו בכבודך, והנשא על כל הארץ ביקרך, והופע בהדר גאון עוזך על כל יושבי תבל ארצך, וידע כל פעול כי אתה פעלתו ויבין כל יצור כי אתה יצרתו, ויאמר כל אשר נשמה באפו, ה' אלהי ישראל מלך ומלכותו בכל משלה".

E Tu reinarás, és Adonai Eloheinu rapidamente somente tudo sobre todos os teus feitos. No Monte Sião, o santuário de tua glória e em Jerusalém. Sua Cidade Santa... Nosso Deus e Deus de Nossos Pais. Reine sobre todo o Universo e em sua Glória. O que se eleva sobre toda a terra e que está cheio de Explendor e Sabedoria, Magnificiência sobre todos os moradores do Universo. Saibam que Tu és o que opera e compreende todo ser que criaste. E diga todo aquele que têm alma vivente em suas narinas, Adonai o Deus de Israel REINA e o seu REINO é sobre TODAS as COISAS.

Em Israel comemora-se o Rosh Hashanah por dois dia

Há muitos que pensam que na realidade este ábito de se comemorar dois dias ao invés de um vem de um costume muito antigo. Pelo qual a data da festa era marcada de acordo com o aparecer da LUA NOVA. Sobre tribunal de justiça de Jerusalém eram aguardadas testemunhas que tinham visto a Lua Nova de Tishrei que determinava o fim do mês de Elul, afim de tirar toda dúvida, esperava-se que no fim da outra tarde chegassem novas testemunhas caso contrário, esta lua nova ainda era a do dia 30 de Elul e não do dia primeiro de Tishrei.

Comemoração de Dois Dias

Outro detalhe que pode influenciar neste fato é de que durante o período do cativeiro babiblônico. As datas eram comemoradas pelos poucos que haviam restado na Terra Santa, pois o tempo era determinado em Jerusalém. De Jerusalém eram acesas tochas nos cumes dos montes até a região do cativeiro, fato que levava cerca de um dia inteiro até que na Babiblônia podessem comemorar.

Desta forma, um dia era comemorado por Jerusalém e o outro em todo cativeiro.
Em Israel, hoje também são reconhecidos os dois dias como dias de descanso. Sendo que os que guardam a ordenaça do toque da trombeta o praticam somente no primeiro dia. Tanto os judeus ortodoxos quanto os reformistas comemoram a mesma data. Todos praticam a ordenança no mesmo dia, ou seja, o primeiro dia da festa.

Festas próximas não Mês de Tishrei

O Mês de Tishrei é o mês mais festivo dos meses judaicos, ele se inicia com o Rosh Hashanah. Após ele ocorre o Yom Kippur e após o Yom Kippur a Festa de Sukkot. A Festa de Sukkot também é conhecida como Festa dos Tabernáculos ou Cabanas no Brasil.

Quer saber muito mais detalhes sobre a Festa da Criação do Mundo, o Rosh Hashanah, leia o livro:

R$15.00 R$10.00

REF: YOM KIPPUR E HANUKKAH PDF Categoria

Descrição

eBook Rosh Hashana e Hanukkah

Baixe aqui nosso completo sobre Rosh Hashana e Hanukkah e aprenda os detalhes de como comemorar destas festa bíblicas incrível.

Autor: Miguel Nicolaevsky, pesquisador bíblico vivendo mais de 20 anos no Estado de Israel.