Tecidos de 3000 anos revelam técnicas de coloração dos Hebreus

Nossa equipe teve o privilégio de publicar as descobertas incríveis dos arqueólogos de que as Minas de Timna na realidade datam do período de Davi e Salomão conforme está claramente descrito nas Escrituras Sagradas e agora temos o privilégio de divulgar que os tecidos dos oficiais hebreus que trabalhavam ali eram tingidos e listrados conforme pode-se ver no video a seguir.

As colorações mais identificadas foram o azul celeste e o vermelho, duas colorações típicas descritas na Bíblia até mesmo na confecção do tabernáculo no deserto durante o Êxodo. Após 3000 anos enterrados nas minas de Timna, parte dos tecidos ainda conservam os pigmentos e colorações, o que está permitindo aos pesquisadores identificarem o tipoias de técnica utilizada então, muito avançada para a época e que só foi relatada em outras culturas muitos séculos mais tarde.

Segundo as investigações dos materiais se trata de pigmentos derivados de plantas com uma técnica que garantia a fixação dos mesmo, além disso, os fios eram tingidos inicialmente e separadamente e eram só então, depois de prontos, confeccionados os tecidos. A descoberta lança luz até mesmo no relato sobre a túnica listrada de José conforme está escrito a seguir:

 E Israel amava a José mais do que a todos os seus filhos, porque era filho da sua velhice; e fez-lhe uma túnica de várias cores.

Gênesis 37:3

O que é ainda mais interessante é que com a descoberta das colorações, em um futuro breve poder-se-á fazerem tecidos com as colorações semelhantes as que eram usadas pelos hebreus a cerca de 3000 anos atras, quando Davi e Salomão reinaram sobre Israel. Mais uma vez a pesquisa em laboratório e a arqueologia vem lançando ainda mais luz ao já tão iluminado texto bíblico.

Acima, foto de material orgânico utilizado para coloração dos tecidos.

Fonte, Vídeo e Fotos: Autoridade de Arqueologia de Israel.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *