Tesouro avaliado em 100.000 dólares descoberto em Apolônia

Top Banner eTeacher
Curso Herança Judaica do Novo Testamento

Um tesouro avaliado em 100.000 dólares foi descoberto na semana passada na antiga Apolônia, nas ruínas de uma cidade que foi construída pelos cruzados há cerca de 1000 anos atrás.

Com um total montante de 400 gramas de ouro, o tesouro foi descoberto por um grupo conjunto da Universidade de Tel Aviv e da Autoridade de Parques e da Natureza de Israel, e está avaliado atualmente em mais de US$ 100.000.

As escavações começaram há três anos como parte do trabalho para evitar o colapso do precipício em que a fortaleza dos cruzados no parque Apollonia está. Desde então, os arqueólogos descobriram inúmeros achados pertinentes sobre os cruzados em geral e sobre os últimos dias da fortaleza do século 13 em particular.

Achados incluem centenas de pontas de seta e as pedras das catapultas que eram usadas na batalha em que os mamelucos conquistaram o castelo das mãos dos cruzados. Em um aterro escavado no local os arqueólogos encontraram fragmentos de materiais importados da Itália e utensílios de vidro raros.

Mati Yohananof, uma estudante de arqueologia Universidade de Tel Aviv encontrou o tesouro escondido em um caco de barro sob as telhas de um dos quartos do castelo.

A fortaleza junto a costa e a cidade ao lado foram após a batalha abandonadas naquele momento em que pela ordem cristã dos Cavaleiros Hospitalários, e foi um dos mais importantes redutos dos cruzados no centro do país. Em março de 1265 o sultão mameluco Baybars invadiu a cidade e a capturou após 40 dias de cerco. O local foi abandonado em ruínas, e ficou inabitado desde então.

Pesquisadores acreditam que um dos líderes da fortaleza 'escondeu o tesouro em uma tentativa de evitar que os conquistadores muçulmanos pudessem encontrá-lo, talvez na esperança de recuperá-lo novamente algum dia. "Eu acho que o esconderijo foi deliberadamente preparado e foi preenchido com areia, colocando-se sob os ladrilhos do piso", disse o chefe da equipe de escavação em Apollonia, o professor Oren Tal da Universidade de Tel Aviv declarou: "Então, se alguém achou que ele iria pensar que é um vaso quebrado e não prestaria atenção nele."

"O Tesouro Foi escondido às pressas pouco antes da queda da fortaleza", disse Ageu Yoyanan, chefe do Parque Nacional de Apollonia.

"O tesouro é composto por 108 moedas de ouro, 93 delas compostas por 4 gramas de ouro e vale cerca de um dinar cada uma, e 15 moedas no valor de um quarto de dinar, composta de 1 grama de ouro cada. As moedas foram cunhadas no Egito cerca de 250 anos antes de serem enterradas no chão da fortaleza ".

eTeacher Banner Central
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *