Trem expresso entre Jerusalem e o Aeroporto Ben Gurion é inaugurado hoje

Top Banner eTeacher

Após 17 anos de trabalhos, com muitos atrasos e problemas durante a execução do projeto, a Linha Expressa Jerusalém Tel Aviv começará a funcionar hoje somente da Capital até o Aeroporto Ben Gurion.

Nos próximos meses a conexão com Tel Aviv deverá ser concluída se não houverem paralisações por causa dos judeus ultra-ortodoxos que protestam contra os trabalhos na infraestrutura durante os sábados.

Pequena distância e muitos problemas

O maior problema para a construção da linha expressa foram os problemas imprevistos, rochas macias demais e que precisaram de reforço, fontes e lençóis de águas subterrâneas e muitos protestos por parte dos religiosos ultra-ortodoxos em Jerusalém e Tel Aviv.

A linha expressa tem apenas 57 quilômetros e inicialmente vai funcionar somente até o Aeroporto Ben Gurion, e já tem gente apontando muitos problemas, inclusive para o acesso de deficientes, tudo indica que as análises dos riscos e custos ficaram muito aquém da realidade e o custo da obra chegou a 6.5 bilhões de shekels, algo em torno de 2 bilhões de dólares.

Ao todo foram 9 grandes viadutos distribuídos em um total de 14 quilômetros, passando por vales e desfiladeiros, o que trará uma experiência incrível aos passageiros.

Acrescentando-se a isso, foram escavados 5 túneis, distribuídos ao longo de 20 quilômetros por dentro de montanhas rochosas e florestas, até chegar ao centro da cidade de Jerusalém.

Na  empresa ferroviária de Israel, eles entenderam que tinham que fazer quase tudo, mesmo à custa de ferir os passageiros fiéis, para finalmente executar um sistema elétrico nos trilhos. E não importava para eles que, no momento, uma década e meia após o início de um dos projetos mais importantes e generosamente financiados, ninguém no Ministério dos Transportes se comprometa com o prazo final para o trem eletrificado da capital(Jerusalém) até a primeira cidade hebraica(Tel Aviv). Avaliações cuidadosas falam de alguns meses, ou até mesmo sobre o início de 2019.

Mesmo assim, a nova linha expressa é projeto grande e impressionante, nosso desejo é que o Ministério dos Transportes termine o projeto até Tel Aviv o quanto antes, e finalmente o tráfegos Jerusalém - Tel Aviv de carros possa ser reduzido um pouco mais, além disso, os turistas  poderão ao desembarcar no Aeroporto Ben Gurion, ter o privilégio de ir de trem para a Cidade Santa sem altas despesas com táxis.

 

eTeacher Banner Central